Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Cartão-postal dos sonhos

Foto: Gustavo Aquino / Arquivo Correio do Litoral

Na cidade de Guaratuba o cartão-postal mais conhecido é o do morro Brejatuba, mais conhecido como “Morro do Cristo”, que é um dos pontos turísticos mais visitados no Paraná.

Como tudo que vale a pena tem seu sacrifício, o Morro do Cristo não é diferente. Após vencer os obstáculos de 199 degraus e alcançar 38 metros de altura, somos presenteados com a linda imagem do nosso litoral.

Aos devotos fica a homenagem ao Cristo nosso senhor no ponto mais alto da cidade, envolvido pela beleza e o encanto da natureza.

Nas inúmeras vezes que subi o morro, sentado no gramado e encantado com a beleza, me coloquei a sonhar, como seria bela a baía de Guaratuba com uma ponte.

Durante o dia, poderíamos ver o progresso e a tranquilidade na travessia.

Tenho a certeza, que seria, sem sombra de dúvidas, o mais lindo cartão-postal do Brasil, pois além de mostrar a bela praia de Guaratuba e a cidade em sua esquerda, no meio teríamos a ponte e baía de Guaratuba, e no seu lado direito, a cidade de Matinhos com suas belezas.

Faço o convite ao leitor, subir no morro do Cristo e sonhar com essa imagem.

Para quem quer saber mais:

O primeiro cartão-postal foi emitido no século XIX e existem versões diferentes sobre a sua invenção: Poderia ter sido o cidadão norte-americano H. L. Lipman, que em companhia de J. P. Charlton, patenteou em 18 de dezembro de 1862, o chamado “Lipman’s Postal Card”. Entretanto não são conhecidos exemplares deste cartão de antes do início da década seguinte.

Outra versão diz que o diretor dos Correios da Confederação da Alemanha do Norte, Heinrich Von Stephan, pode ter lançado a ideia e a sugestão na Conferência Postal Germano austríaca, em 1865;

Por fim, Emmanuel Hermann, professor de Economia Política, da Academia Militar Wiener Neustadt, no Império Austro-húngaro que, em carta publicada no Die Neue Freie Presse, de 29 de janeiro de 1869, propôs a adoção do cartão-postal salientando a conveniência do uso de cartas mais simples que aliassem o baixo custo à simplicidade, o que poderia ser obtido com a supressão do envelope. De Marly, Diretor da Administração dos Correios da Áustria, aceitou a ideia e oito meses depois, em 1º de outubro de 1869, foi lançado para venda o primeiro cartão-postal do mundo – Correspondenz Karte, escrito em cor negra sobre cartão creme, levando impresso um selo de 2 Neukreuzer.

O Brasil instituiu o cartão-postal pelo Decreto nº 7695, de 28 de abril de 1880, proposto pelo Ministro da Agricultura, Comércio e Obras Públicas, conselheiro Manuel Buarque de Macedo.

E desde então, é normal algum ponto turístico, levar o apelido de cartão-postal.

Como aquele ditado que diz, “A primeira impressão é a que fica” dessa forma, a beleza e o encanto impresso no cartão, deixará a todos a primeira impressão.

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...