Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Fruto da juçara é mais nutritivo que o açai, divulga Emater

No Litoral do Estado, a Emater trabalha, em parceria com o Iapar e a Embrapa, para mostrar aos produtores rurais locais que o fruto da palmeira nativa Juçara pode ser usado para produção de polpa e consumido na alimentação humana.

Conforme tem divulgado o Emater, dados científicos demonstram que a polpa desta planta tem teores de lipídios, proteínas, vitaminas, ferro, potássio e zinco superiores ao do açaí amazônico, fruto do açaizeiro.

Nesta época do ano os frutos desta planta estão no ponto certo de colheita – foto: Emater

Para levar essa orientação, os técnicos do Instituto estão realizando cursos e reuniões com os agricultores, a exemplo do que aconteceu no último dia 12, em Paranaguá. “Os produtores, naquela data, tiveram a oportunidade de exercitar de forma prática todas as etapas do processamento do fruto da palmeira Juçara. A iniciativa levou em conta o fato de que nesta época do ano os frutos desta planta estão no ponto certo de colheita”, explica o engenheiro agrônomo Sebastião Bellettini, da Emater de Paranaguá.

O extensionista completou: “Embora a Juçara seja uma planta nativa da mata atlântica, os frutos são pouco ou quase nada aproveitados como alimento aqui na região. Podemos observar, durante o evento, que muitos participantes nunca haviam experimentado a bebida feita da polpa, o que pode ser aplicado a toda população, já que na região Sul do Brasil existe como tradição apenas o consumo de parte da planta de onde se extrai o palmito”. Os técnicos da Emater explicam, ainda, que o processamento do fruto representa mais uma alternativa de renda para os pequenos produtores.

O trabalho de orientação dos produtores continua. Mais uma vez, em parceria com o Iapar e a Embrapa, a Emater promove um seminário regional sobre Palmáceas, quando o destaque será a palestra sobre extração do fruto da palmeira juçara e a produção de polpa. O evento vai reunir, em Morretes, cerca de 100 produtores rurais de todo o Litoral.

A exploração comercial da fruta da juçara pode ser um aliado contra a derrubada ilegal da palmeira para retirada do palmito.

Técnicos do Instituto vem realizando cursos e reuniões com os agricultores do Litoral.

Fonte: Emater

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...