Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Policial é preso após confusão na Delegacia de Matinhos

Uma confusão na delegacia de polícia de Matinhos, na tarde de domingo (7), terminou com um policial civil de 49 anos preso por tentativa de homicídio e ameaça. Tudo começou com um desentendimento na rua, que foi parar na unidade policial. A notícia é do Agora Litoral.

Por volta das 15h30, um automóvel parou em cima da calçada, na frente da delegacia e, em seguida, um casal desceu com uma criança de colo. Os dois passaram a bater no vidro na porta da delegacia, pedindo socorro ao investigador de plantão.

Na sequência, outro carro apareceu e dele desceu um homem armado e mandou o casal encostar na parede. Então, o agente de plantão na delegacia pediu ao homem que se identificasse e ele disse que também era policial e mostrou sua carteira funcional da Polícia Civil do Paraná.

Depois de identificado, a porta da delegacia foi aberta para ser feito o atendimento e, neste momento, as pessoas que estavam solicitando socorro relataram que o seu veículo tinha sido atingido por tiros disparados do veículo do policial que estava armado.

Arma na cabeça

No saguão da delegacia, teria ocorrido uma discussão entre os envolvidos e o policial que chegou atrás do casal, sem motivo, teria ameaçado e ofendido o investigador plantonista, chegando a colocar a arma na cabeça dele e o obrigado a deitar no chão.

A situação só foi controlada quando um homem que acompanhava o policial pediu para que ele parasse com a sua atitude, o qual, após muita insistência, acabou colaborando e foi rendido.

Uma equipe da Polícia Militar também se deslocou em atendimento à ocorrência, e o caso foi comunicado ao delegado de plantão. A promotora de Justiça de Matinhos também foi à unidade de polícia acompanhar a situação, sendo verificado que o policial aparentava estar alcoolizado.

O caso foi encerrado com o policial civil autuado por tentativa de homicídio e ameaça, tendo como vítimas o investigador de plantão e o casal que pediu socorro na delegacia. Após a elaboração do flagrante, o autor, que já trabalhou em Matinhos, foi encaminhado para a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos em Curitiba, onde está lotado atualmente.

A identidade dos envolvidos não foi divulgada.

Fonte: Agora Litoral

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...