Gaeco investiga policiais civis de Matinhos

    O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, cumpriu na manhã desta quarta-feira (7), mandados de busca e apreensão em Matinhos. As informações são do Blog da Luciana Pombo e também foram reproduzidas no site Massa News.

    Segundo o blog, o coordenador do Gaeco, Leonir Batisti, afirmou que “a operação está relacionada a um suposto esquema de corrupção envolvendo policiais civis”. Batisti relatou que “os presos (e seus familiares) para protelar a ida ao Sistema Penitenciário pagavam valores em dinheiro para os policiais civis e tinham garantida a permanência na delegacia”.

    “Eles não têm poder de Justiça, mas todos sabemos que o Sistema Penitenciário está sobrecarregado. Então, eles (os policiais) simplesmente cobravam valores e diziam para a Justiça que a delegacia tinha capacidade para continuar com os detentos. O advogado intermediava a negociação, segundo investigações preliminares”, contou o procurador.

    As investigações iniciaram pela Promotoria de Matinhos. O promotor Caio Bérgamo foi quem pediu o auxílio do Gaeco para o cumprimento de mandados de busca e apreensão.

    Dois policiais civis foram citados e um advogado foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. No escritório do advogado, os policiais encontraram uma arma com numeração raspada.

    Fonte e foto: Blog da Luciane http://lucianapombo.com.br/2016/12/07/policiais-civis-de-matinhos-na-mira-do-gaeco/

    Comente esta notícia

    comentários