Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Sindicato cobra vereadores sobre áudio em que relacionam professores a corrupção

A divulgação de uma conversa entre os vereadores Itamar Júnior e Laudi Tato se espalhou por Guaratuba e provocou reação de professores e até uma cobrança do sindicato dos funcionários públicos.

O áudio editado, com imagens dos vereadores e com transcrição em texto das falas foi divulgado na quarta-feira (13). Nele, Itamar Júnior afirma que “o professor faz o político virar corrupto facinho”. Tato concorda e diz “que todo o sistema é assim”. O material é amador e contém erros de português.

Um segundo vídeo com áudio foi divulgado na quinta-feira (14), informando que se trata da parte 2 de uma série de 12. Na gravação, Itamar Júnior afirma que (o professor) “bate na câmara de vereadores pedindo de manhã, à tarde e à noite”. E faz uma conta: “Cem reais para cada um deles por mês, já perdeu três pau; você ganha 4.500, sobrou 1.500, como é que você chega em casa? Sem dinheiro. Como é que recupera: fazendo coisa errada”.

Itamar Junior disse ao Correio do Litoral que a gravação foi clandestina, que houve uma conversa de aproximadamente 30 minutos e que o áudio divulgado foi editado. O vereador também informou que, nesta sexta-feira (15) vai tratar do assunto com o delegado de Polícia Civil e com seu advogado. “Vou levar os nomes de quem participou da conversa para que se apurem as edições”, disse. O vereador também informou que vai esclarecer tudo na sessão da Câmara da próxima segunda-feira (25). O Correio tentou contato no final da tarde e no início da noite desta quinta-feira com o vereador Tato, mas não conseguiu.

Em nota divulgada na tarde desta quinta-feira (14), o Sismug (Sindicato dos Servidores Municipais de Guaratuba) repudia “situações que possam macular a honra e a imagem dos professores e solicita “veementemente aos vereadores envolvidos que possam esclarecer o conteúdo do áudio divulgado”. E conclui: “Não havendo nenhuma manifestação, essa entidade tomará as medidas cabíveis”.

As gravações tomaram conta das redes sociais e diversos professores postaram críticas aos dois vereadores.

Assista e ouça:

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...
error: Content is protected !!