Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Guaratuba mostra representatividade na discussão do PDS Litoral

Guaratuba é uma das cidades mais participativas e com melhor representatividade nas discussões do Plano de Desenvolvimento Sustentável do Litoral do Paraná, que chega na reta final. A afirmação é da coordenadora do PDS Litoral, Paula Lemos Azem.

A cidade foi escolhida para sediar a próxima oficina onde serão apresentados os primeiros projetos para serem executados em curto (5 anos), médio (10 anos) e longo (35 anos) prazos. Na quinta-feira (11) parte da equipe de 40 profissionais que elaboram o plano esteve reunida com os secretários municipais de Guaratuba para tratar da próxima reunião e discutir algumas parcerias para execução do Plano, que tem um caráter regional.

Também participaram da reunião o arquiteto e urbanista Fabrício Miyagima, da Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral, e a jornalista Livia Costa, responsável pela comunicação do PDS Litoral. Miyagima e a equipe da Prefeitura falaram da importância de uma parceria com o Estado e os municípios na regularização fundiária e no combate à invasão de áreas verdes.

O assunto foi um dos muitos tratados nas audiências públicas. A última delas foi realizada nesta quarta-feira (10), na Câmara Municipal de Guaratuba. Cerca de 50 pessoas compareceram. De acordo com Paula Azem, além do bom número de presentes, as reuniões e oficinas em Guaratuba têm sido marcadas pela grande representatividade dos participantes: Prefeitura, Câmara, professores, estudantes, empresários, moradores de diversos bairros da cidade e membros de ONGs.

Esta reunião serviu para conhecer os relatórios de “Construção de Cenários e Visão de Futuro” desenvolvidos até agora. Os relatórios apresentam os eixos estratégicos orientadores do plano; princípios orientadores do plano; metas previstas e as políticas do plano; cenários de desenvolvimento sustentável; visão geral de futuro para até 2035; e impactos no meio natural e comunidades tradicionais.

De acordo com os estudos, o Litoral ainda tem uma dependência muito grande de fatores externos tanto nas soluções de seus problemas, quanto nas receitas e recursos. Potencializar as forças locais é um dos primeiros desafios apontados no PDS Litoral.

Após as oficinas, que terão Guaratuba como sede para os municípios do Litoral Sul (Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná), haverá mais uma rodada de audiências públicas, antes da Conferência Regional, que deve acontecer em junho e vai elaborar o Plano de Desenvolvimento Sustentável do Litoral do Paraná.

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...
error: Content is protected !!