Meio Ambiente de Guaratuba monitora contaminação no rio São João

    Foto: Prefeitura de Garuva

    Equipe da Diretoria de Meio Ambiente da Prefeitura de Guaratuba acompanha a contaminação do rio São João provocada por um acidente entre dois caminhões na BR-376.

    O acidente aconteceu por volta das 6h, nas proximidades da Curva da Santa, no Km 668. Um dos veículos, um caminhão-tanque, carregava 11 mil litros de sulfato de alumínio que caíram em um afluente do rio São João.

    As primeiras análises da Diretoria de Meio Ambiente apontam que o produto que era transportado não é tóxico e não deverá causar um grande impacto ambiental – o sulfato de alumínio é usado em tratamento de água de efluentes industriais e piscinas. A carga se destinava a empresas têxteis de Brusque (SC), para tratamento de resíduos de produção.

    A Defesa Civil da Prefeitura de Garuva (SC) emitiu alerta para a população ribeirinha não usar a água do rio para beber nem banhar-se.

    Depois de cortar a região serrana de Guaratuba, o rio São João alcança Santa Catarina e retorna para o Paraná até as localidades de Riozinho e Descoberto antes de desembocar na baía de Guaratuba. De acordo com o Meio Ambiente de Guaratuba, o produto deverá diluir-se ainda no município de Garuva. Os riscos para a agricultura na área rural e para a baía  estão praticamente descartados.

    Os motoristas dos caminhões sofreram ferimentos leves e foram encaminhados para atendimento médico e passam bem, informou a Polícia Rodoviária Federal.

    Foto: Prefeitura de Garuva

    Comente esta notícia