Prefeitura de Guaratuba adia segunda reunião do PPA

    Foto: Gustavo Aquino / Correio do Litoral

    O Plano Plurianual de Guaratuba (PPA) 2018-2021 será discutido em três audiências públicas.

    A segunda reunião que seria nesta quinta-feira (20), foi adiada em uma semana: na próxima quinta, dia 27, às 15h30, no auditório da Prefeitura. O motivo: nem todas as secretarias enviaram seus planos de ação para os próximos anos. Conteúdo atualizado em 19/7.


    Com cerca de 10 pessoas presentes, a primeira audiência aconteceu na tarde desta quinta-feira (13). Serviu apenas para apresentação de dados estatísticos e algumas propostas e metas genéricas dos setores de Educação, de Cultura e Turismo e de Esporte e Lazer. Veja o que foi apresentado no final da matéria. Da parte da população, a advogda Silvia Buchalla propôs a redução do orçamento da Câmara e a implantação de um programa de pavimentação comunitária, com menos asfalto e mais bloquetes.

    Pela administração, também foram apresentadas estatísticas das propostas encaminhadas pelos cidadão pelo site do município desde janeiro. De um total de 120 sugestões, 37% foram classificadas pela administração como “Planejamento e Gestão Urbana”. Segundo o controlador interno do Município, Joelson Corrêa Travassos, que fez a apresentação e conduziu o debate, a maioria é de pavimentação de ruas. Para a Saúde, são 14% das sugestões; “Gestão Administrativa”, 8%; Educação, 7,5%; Turismo e Meio Ambiente, quase 7% cada. Para a Segurança, houve apenas 3 sugestões, meros 2,5%.

    A reunião foi aberta pelo novo secretário das Finanças e do Planejamento, o vice-prefeito Jean Colbert Dias, que assumiu o cargo há menos de duas semanas. Ele traçou um panorama da crise política e econômica do Brasil e o reflexo nas contas das prefeituras. Segundo ele, houve queda abrupta dos repasses do governo federal e, principalmente, variações bruscas no Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

    – O Município está pagando a conta do que acontece em Brasília. Levamos um susto a cada repasse do FPM – disse o secretário.

    Os dados do Portal da Transparência demonstram que a receita do FPM está mesmo abaixo do esperado. Até o mês de junho, Guaratuba recebeu cerca de R$ 11,4 milhões do FPM. A previsão para o ano todo é de R$ 27,3 milhões. Faltam, portanto, R$ 14,9 milhões para atingir a meta de 2017 nos seis meses restantes.

    O formulário para sugestões ao PPA continua disponível no site do Município: http://www.guaratuba.pr.gov.br/novo/sugestoes.php

    Foto: Gustavo Aquino / Correio do Litoral

    Estatísticas, realizações e propostas apresentadas na primeira audiência do PPA

    Comente esta notícia