Confira a programação do Festival de Inverno da UFPR

    O Festival de Inverno da UFPR chega no seu quarto dia com diversas atrações, confira a programação para esta segunda-feira (17).

    Antonina

    12h30 – Theatro Municipal
    Praça da Amizade
    A Cia GiKlaus de Teatro é uma companhia profissional de teatro que procura, levar o público à emoção, ao riso e à reflexão. Dois irmãos em uma solitária jornada, de cidade em cidade, buscam uma praça onde possam realizar seu show de acrobacias. Neco e Nica, ex-artistas de circo, são tomados pelas emoções da infância, das lembranças de seus pais e da precipitada saída de casa em busca de seus sonhos. O espetáculo Praça da Amizade, adaptado da obra de mesmo nome de Francisco Cândido Xavier traz em cada cena uma emoção e em cada trova uma reflexão.

    19h – Igreja São Benedito
    Quarteto de Cordas da UFPR

    Divulgação

    O Quarteto de Cordas da UFPR, formado pelos músicos Rafael Ferronato, Dhiego Lima, Fabiane Nishimori e Shante Cabral terá uma participação especial do contrabaixista e professor do Departamento de Artes da UFPR, Francisco Azevedo.
    No repertório, o Quarteto apresentará o Quinteto Op. 121 de Franz Lachner e “Meditação Sober o Coral de São Venceslau”, de Josef Suk.

    20h30 – Theatro Municipal
    Deartes – Morte e Vida Severina
    O Auto de Natal Morte e Vida Severina será realizado pelos participantes do ”Projeto Práticas Musicais para a Comunidade no DeArtes da UFPR” em 17 de julho de 2017, quando estreará o musical, durante o Festival de Inverno da UFPR. A montagem é uma releitura do poema narrativo Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto, escrito na década de 1950, cujo enredo aborda a condição do migrante e as dificuldades encontradas no processo de migrar de sua terra natal para uma grande cidade. Para esta montagem foi realizada extensa pesquisa e também adequações para atualizar a temática, tornando-a contemporânea.

    21h30 – Coreto Praça Coronel Macedo
    Gafieira
    Conhecida como baile popular, a gafieira surgiu na década de 1920 no Rio de Janeiro e tem por tradição ser a festa que anima um grande numero de publico, dançante ou não, tocando diversos ritmos do fartíssimo leque brasileiro de sonoridades. Há pouco mais de um ano na estrada, a Gafieira Formosa, longe de ser uma gafieira tradicional, segue a linha dos grandes bailes populares trazendo um repertorio rico e variado de ritmos brasileiros, dentre eles o samba, xote, baião, carimbó, choro e vanerão. E claro, também pega emprestado da musica latina seus boleros e tangos. Tudo isso num jeito bem brejeiro de tocar e construir seus arranjos.

    23h – Coreto Praça Coronel Macedo
    Amelinha

    Divulgação

    A cantora irá apresentar as músicas do seu último álbum, Janelas do Brasil, de 2013, que também foi gravado em DVD (2015). Amelinha canta, além dos grandes sucessos da sua carreira, novas músicas de Zeca Baleiro, Chico César e Marcelo Jeneci.
    A carreira de Amelinha teve início nos anos 1970, acompanhando Vinícius de Moraes e Toquinho no Uruguai. O álbum Frevo Mulher, de 1979, foi uma febre nacional, que lhe deu o primeiro Disco de Ouro da carreira. Mas o fenômeno aconteceu mesmo em 1980, quando Amelinha “colocou abaixo” o Maracanãzinho no Festival MPB 80, cantando Foi Deus que fez você, de Luiz Ramalho. Sucesso estrondoso, a música tornou-se marca registrada da cantora.

    Comente esta notícia

    comentários