Projeto de SC pode dobrar pedágio na BR-376

    A Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) apresentou um projeto à concessionária Autopista Litoral Sul para melhorar o trânsito no Estado, mas que vai aumentar o pedágio no Paraná.

    De acordo com o jornal A Notícias, de Joinville, o estudo da Fiesc um investimento de R$ 3 bilhões até 2023 em melhorias na BR-101, BR-376 e Contorno Leste de Curitiba (BR-116). A BR-376 é o principal acesso entre Curitiba e Guaratuba e corta grande parte da área rural do município.

    A ideia da entidade empresarial é criar dois contornos: um em Joinville e outro entre Navegantes e Itapema. Além disso, seriam feitas novas pontes, criadas mais marginais e viadutos, e realizadas correções em algumas curvas e aclives. As obras sejam realizadas com recursos da concessionária e que os valores sejam compensados com o aumento dos pedágios.

    O presidente da Câmara de Transporte e Logística da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, explica que concessionária teria como contrapartida o aumento do pedágio, que praticamente dobraria de valor. Hoje, o valor cobrado é de R$ 2,60 por veículo de passeio, um dos mais baixos do País. “Apesar de envolver três rodovias, sendo duas no Estado do Paraná, a maior parte dos investimentos é voltado para a região de Santa Catarina”, destaca A Notícia.

    “O documento com a proposta já foi entregue ao governador Raimundo Colombo, ao Fórum Parlamentar Catarinense e à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que precisa autorizar o investimento”.

    Leia reportagem completa em A Notícia – http://anoticia.clicrbs.com.br/sc/economia/noticia/2017/09/fiesc-apresenta-plano-de-investimento-orcado-em-r-3-bilhoes-para-rodovias-do-norte-de-sc-9893327.html

    Comente esta notícia

    comentários