Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Mulher teria intimidado vizinho com “arma” de airsoft

Uma mulher teria intimidado o vizinho com uma pistola de airsoft na cintura durante uma discussão, no bairro Piçarras, em Guaratuba, informa a Polícia Militar. Outro vizinho que não tinha nada a ver com a história acabou indo preso por acaso.

O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (29). Os policiais militares que trabalham na operação Verão foram acionados para averiguar uma situação de “ameaça com arma de fogo”.

O homem que chamou a polícia disse que estava chegando em sua casa de motocicleta, quando teve problemas mecânicos na frente da residência da sua vizinha, “ o que lhe forçou acelerar o veículo para que não desligasse no meio da via”.

De acordo com o relato policial, a mulher, irritada, saiu de dentro do imóvel, com um volume na cintura, e seguiu na sua direção, fazendo menção de estar armada. A filha da vítima, testemunhando a situação, indagou a autora da ameaça, perguntando-lhe se ela atiraria no seu pai. “Constrangida, a autora saiu do local e entregou a suposta arma, enrolada em uma toalha, a uma menina, que se evadiu antes da chegada da polícia”.

Os policias chegaram ao local e conversaram com a suspeita, “que negou veementemente o ocorrido”, diz a PM. No entanto, moradores vizinhos que testemunharam a situação confirmaram a versão da vítima e ainda indicaram onde a suposta arma havia sido escondida, em uma residência próxima.

Os policiais foram até casa e conversaram com o morador do imóvel. Ele acabou entregando a “suposta arma”, na verdade uma pistola de airsoft e disse que não sabia do ocorrido, que apenas estava guardando, a pedido da vizinha, a suposta arma.

“Convencidos do relato, e solicitando os dados do cidadão para a confecção de um Boletim de Ocorrência, os policiais constataram, via Sistema de Investigação Policial, que o homem possuía um mandado de prisão contra ele, válido até 22 de outubro de 2022, expedido pela Vara Criminal de Guaratuba, pelo crime de Lesão Corporal, Art. 129 do CP (Código Penal).

Diante da situação, todas as partes envolvidas na confusão foram encaminhadas à Delegacia Policial Civil de Guaratuba, a fim de serem colocadas à disposição da Autoridade de Polícia Judiciária.

Fonte e foto: PMPR / 9º BPM
Leia também
Comentários
Carregando...