Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Boletim informa que rapaz morto apontou arma para policiais

Foto: Rádio Guaratuba

O Correio do Litoral teve acesso ao Boletim de Ocorrência (BO) da ação da Polícia Militar que terminou com a morte de Marcelo Augusto de Lima Couto, nesta terça-feira (17), em Guaratuba.

No relato, os policiais da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) contam como chegaram ao local, no bairro Coroados, e como tudo aconteceu.

“Em patrulhamento pela avenida Piau, local conhecido pelo intenso tráfico de drogas na região, fomos abordados por uma pessoa que disse que a noite aquela rua se transforma, que as pessoas vendem drogas na rua e andam armadas, disse ainda que existe naquela localidade muitas pessoas com tornozeleira eletrônica e ex-presidiários”. afirmam.

De acordo com os policiais, foram citadas três pessoas que venderiam drogas: duas mulheres e Marcelo. Este último teria sido visto traficando e portando arma.

“Durante o patrulhamento nos chamou a atenção um veículo VW Gol cinza parado em frente a uma casa com portão aberto, que esta casa já foi alvo de prisões em data pretérita”, diz o relato, antes de contar como aconteceu a morte do rapaz. Leia o trecho, na linguagem utilizada em BO (corrigimos apenas acentuação gráfica)

“Que ao entrar na casa que também estava com a porta da frente entreaberta, nos identificamos como policiais, que ninguém respondeu, que mais uma vez verbalizamos polícia (alto e em bom tom), quando ouvimos do último cômodo a frase dita ‘sai fora pilantra’ e ao tomarmos ângulo nos deparamos com uma pessoa pegando um revólver e apontando para esta equipe policial, fato este que desencadeou a ação dos policiais que estavam quase na porta dispararem contra o marginal.”

“Após os disparos foi retirada a arma de fogo (revolver calibre .38) das mãos do marginal, acionado o Siate para socorro imediato”, contam os policiais, que relatam como foi feito o socorro e o encaminhamento ao Pronto Socorro Municipal de Guaratuba, onde o “baleado chegou sem os sinais vitais”.

Os policias ainda detalham: “Que após verificar a arma de fogo, constatamos uma munição a qual não percutiu, um bolsinha com dinheiro e diversos pinos ependorf com cocaína, porções de crack e maconha”.

O BO termina informando que a equipe policial seguiu ao quartel da Polícia Militar para providências administrativas de praxe, e informa: “que o marginal que atentou contra a vida dos policiais foi identificado como Marcelo Augusto de Lima Couto, o qual possui diversas passagens pelo sistema prisional”.

O Correio do Litoral conversou agora à noite com o comandante da Polícia Militar em Guaratuba (3ª Companhia), capitão Anderson Luís Aparecido. Apesar do adiantado da hora, o oficial nos informou que será aberto um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar todos os fatos.

Leia também
Comentários
Carregando...