Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Morre mais um suspeito do assalto em Guaratuba

Eder_Fabio_Azevedo
Eder Fabio Azevedo – fotos: PM de Santa Catarina e Polícia Civil de Maringá

Éder Fábio Azevedo, suspeito de liderar a quadrilha que assaltou o banco Bradesco em Guaratuba foi morto pela Polícia Militar de Santa Catarina nesta quarta-feira (23). Pode ter sido o segundo morto entre os participantes do roubo.

Pelo menos cinco pessoas teriam participado do roubo, no dia 9 de junho, na rua mais movimentada de Guaratuba.

Robson Alberto Cezar – foto: Diário de Guaratuba
Robson Alberto Cezar – foto: Diário de Guaratuba
Aldorlo Domingues – foto: Diário Guaratuba
Aldorlo Domingues – foto: Diário Guaratuba

Um dos assaltantes foi ferido e preso na fuga: Robson Alberto Cezar, 31 anos, vulgo Doido, natural de Sarandi. Ele também é suspeito de ter participado, no dia 17 de fevereiro, do roubo de uma agência do Banco do Brasil em Maringá.

Um segundo suspeito, Adorlo Domingues, de Cananéia (SP), foi preso em seguida.

Robson Pereira de Souza – fotos Câmera Rec e Polícia Civil de Maringá
Robson Pereira de Souza – fotos Câmera Rec e Polícia Civil de Maringá

O terceiro assaltante seria Robson Pereira de Souza, de 23 anos, que foi morto no dia 17, em Maringá, ao roubar uma motocicleta. Segundo a polícia, ele obrigou o dono da moto a ligá-la e quando já estava pilotando levou duas facadas da vítima. Tentou fugir a pé e poucos metros depois, em plena rua. Robson Souza foi preso em 2010 acusado de pertencer a uma quadrilha envolvida com homicídios e tráfico de drogas em Sarandi. No dia 30 de abril deste ano, fugiu do Centro de Detenção Provisória de Maringá, no dia 30 de abril, junto com Éder Fábio Azevedo, o Edi, morto nesta semana em Navegantes.

Edi foi morto com três tiros

A PM catarinense investigava Éder Azevedo, a partir de informações do núcleo de Maringá do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do Batalhão da PM do litoral do Paraná (9º BPM).

Policiais do serviço reservado da PM lotados em Joinville descobriram que ele estava morando em Navegantes. Com ajudas de policiais locais foram até a casa dele e souberam que ele estava num em um mercado no bairro Meia Praia, com a namorada. A PM local informou que Edi estava traficando armas e drogas na cidade. Ele é apontado como autor da morte de dois policiais militares em Guaíra, no Oeste do Paraná.

Segundo a polícia, ao ser abordado, Edi pegou uma arma que estava numa gôndola e apontou par um dos policiais, que desferiu dois tiros contra ele. Já caído, mas ainda com a arma nas mãos, recebeu o terceiro tiro. Os policiais ainda acionaram o serviço de emergência, que encontrou o suspeito já morto. Os tiros foram no ombro direito, na cabeça e no peito.

De acordo com a Polícia Militar de Santa Catarina, além destes quatro nomes acima, um quinto assaltante já foi identificado mas continua foragido.

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...
error: Content is protected !!