Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Paraná ampliará testagem para identificar e bloquear transmissão

Foto: Geraldo Bubniak/AENNas próximas semanas, o Estado do Paraná ampliará a capacidade de testagem para identificação de casos e bloqueio da transmissão do novo coronavírus.

A informação foi confirmada pelo secretário da Saúde, Beto Preto, em reunião online nesta sexta-feira (28) entre o Ministério da Saúde, Secretaria de Estado da Saúde, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

Para o secretário Beto Preto, a ampliação na capacidade de realização de exames é uma importante conduta para salvar vidas na pandemia do novo coronavírus. “Com a ampliação da testagem prevista, vamos fazer a rastreabilidade e o bloqueio da transmissão. A rastreabilidade, por meio de identificação dos contatos, é uma forma de identificar pacientes para realizar exames e antecipar o acompanhamento de doentes para agir com mais rapidez e evitar óbitos ou sequelas pela doença”, disse ele.

O Paraná está em implantação do trabalho de rastreamento e ampliação de testagem em parceria com a Opas com apoio do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems).

Parcerias – Todo o trabalho da Vigilância em Saúde em relação ao rastreamento de infectados pelo novo coronavírus ocorre em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), por meio de dois consultores nacionais, Kátia Uchimura e Rafael França, que atuam presencialmente na Sesa, além de toda a equipe da Unidade Técnica de Vigilância, Preparação e Resposta a Emergências em Saúde e Desastres da organização, que atua no suporte técnico para o trabalho em conjunto com a secretaria estadual.

A consultora Kátia Uchimura descreve o trabalho. “A atuação da Opas tem início na fundamentação teórico conceitual, no alinhamento conceitual da proposta, no desenvolvimento e elaboração da estratégia e também no acompanhamento da execução junto às Regionais de Saúde e aos municípios do Paraná.”

A parceria com a Opas possibilitou a organização de um grupo de trabalho que atua exclusivamente para a condução do rastreamento de casos e medidas mitigatórias para reduzir os impactos do período de pandemia e para a vigilância após a pandemia.

A Opas foi a responsável por contratar os médicos cubanos, em uma triangulação com o governos de Cuba e do Brasil, no programa “Mais Médicos”, e continua tendo apoio solicitado pelo atual governo brasileiro.

Fonte: AEN – foto: Recepção de amostras para teste do Coronavírus. Laboratório Central do Estado (Lacen) – autor: Geraldo Bubniak/AEN

Leia também
Comentários
Carregando...