Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

PM, Paranaguá e UFPR homenageiam cabo que morreu de covid

Ouça a notícia

Foto publicada pelo Colégio Estadual Bento Munhoz da Rocha Neto

O policial militar Luiz Henrique Costa, de 47 anos, morreu nesta quarta-feira (9) e engrossa as estatísticas de Paranaguá, que já registrou 79 óbitos por covid-19, mais de 60% das 128 mortes provocadas pela doença no Litoral.

O cabo da PM estava internado na Ala Covid do Hospital Regional do Litoral, que confirmou o óbito na manhã de hoje. Ontem mesmo, a reação da comunidade parnanguara já dava uma noção do perfil do policial, que há alguns dias recebia correntes de orações organizadas pela internet e mensagens pelo seu restabelecimento. Através de notícias e postagens na rede social é possível recuperar um pouco de sua história.

Segundo a imprensa local destacou, Luiz Henrique atuou durante muito tempo na 1ª Companhia do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária em Paranaguá. Por isso, além dos parentes, amigos e da PM, foi lembrado por pessoas e instituições ligadas ao ensino. como o Colégio Estadual Bento Munhoz da Rocha Neto, que comunicou e lamentou a perda do “policial militar que por muitos anos trabalhou ajudando as escolas”. Já o Colégio Estadual Profª Carmem Costa Adriano. lembrou que ele era “sempre sorridente, prestativo, amigo de todos”.

Foto publicada pelo Colégio Estadual Profª Carmem Costa Adriano

A Polícia Militar do Paraná informou que Luiz Henrique ingressou na PM e 1997 e no Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária, em 2008.

Cabo Luiz Henrique: sempre sorridente. Foto: Facebook

Ele também era aluno de Licenciatura em Educação Física do campus de Matinhos da Universidade Federal – UFPR Litoral, que fez um emocionante comunicado:

“É com imenso pesar que a comunidade do Setor Litoral da Universidade Federal do Paraná comunica o falecimento do acadêmico Luiz Henrique do Nascimento Costa, estudante do Curso de Licenciatura em Educação Física.

Luiz se destacou pela sua dedicação, alegria e respeito a todos com quem convivia. Nos momentos de aula, sua participação contribuiu e fomentou importantes discussões e reflexões que se tornaram grandes aprendizados. Sempre deixou-se notar, também, pelo orgulho que sentia da sua família, o amor pela esposa e o carinho com as filhas e netos.

Deixa agora registrado, na memória de seus colegas, professores e amigos, as saudades pelas lembranças agradáveis dessa convivência.

Neste momento especial, gostaríamos de prestar nossas condolências aos familiares e amigos.”

Em seu funeral, na tarde de ontem, no Cemitério Jardim Eterno, em Paranaguá, a Polícia Militar, com todas as medidas de precaução contra a covid, fez uma homenagem na despedida do colega. Assista o vídeo feito pela Rádio Litoral Sul:

Leia também
Comentários
Carregando...