Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Concorrência do ferry-boat terá abertura de envelope nesta sexta, 15

Imagem dos anexos da licitação

A Comissão de Julgamento da concorrência pública do ferry-boat de Guaratuba não acatou recurso da empresa F. Andreis e marcou para esta sexta-feira (15) a abertura do segundo envelope da única concorrente habilitada, a empresa Três Mosqueteiros.

A F. Andreis opera a travessia da baía de Guaratuba por balsas (ferry-boat) desde a década de 1990. No mês passado foi inabilitada na concorrência por falta de um documento. Ela disputava nova concessão por 10 anos avaliada em aproximadamente R$ 134 milhões.

A Três Mosqueteiros é de Foz do Iguaçu e hoje opera a travessia de balsa na Ilha dos Valadares, pelo rio Itiberê, em Paranaguá. Nesta sexta será aberto o envelope nº 2 com sua proposta de tarifa. O valor máximo estipulado no edital é de R$ 9,15.

Se vencer e não houver mais atrasos na licitação, a Três Mosqueteiros poderá iniciar a operação do ferry-boat da baía de Guaratuba em abril, quando vence a atual prorrogação do contrato com a F. Andreis. Além de embarcações próprias para substituir as balsas e rebocadores da F. Andreis, poderá operar os três ferry-boats que pertencem ao Estado.

A concorrência é feita pelo DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná).

A sessão de abertura dos envelopes da proposta de tarifa está marcada para as 16h da sexta (15), no Auditório localizado no Primeiro andar da sede do DER, na avenida Iguaçu 420, Rebouças, Curitiba. “O Envelope da proposta de tarifa da licitante inabilitada será devolvido fechado ao representante”, informa o aviso da concorrência.

Leia também
Comentários
Carregando...