Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Sítio Ramsar Guaratuba é lembrado em comemoração do Dia das Águas

Em 2017, a Área de Proteção Ambiental (APA) de Guaratuba foi uma das primeiras unidades de conservação do estado incluída na Lista de Zonas Úmidas de Importância Internacional, ou “Lista Ramsar”.

O Correio do Litoral divulgou a notícia no mesmo dia em que o governo federal confirmou, em uma pauta sugerida pela gerente da Apa, Célia Cristina Lima Rocha. Na mesma ocasião o Parque Nacional de Ilha Grande, entre o Paraná e Mato Grosso do Sul, e a Área de Proteção Ambiental (APA) Cananéia-Iguape-Peruíbe, próximo ao nosso litoral, em São Paulo, também receberam os títulos de sítios Ramsar.

Nesta sexta-feira (26), a Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo e o Instituto Água e Terra (IAT), em uma série de textos e vídeos em comemoração ao Dia Mundial das Águas, 22 de março, lembraram o Sítio Ramsar em Guaratuba.

Para falar sobre o sítio Ramsar, quem foi convidada foi justamente Célia Lima Rocha. Ela explica que o Sítio Ramsar Guaratuba possui cerca de 40 mil hectares de áreas úmidas bem conservadas, e está localizado na APA de Guaratuba, que tem no total cerca de 200 mil hectares.

No sítio, que inclui a baía de Guaratuba, manguezais, brejos e as lagoa do Parado, Furta Maré e do Rio Preto. No local, foram identificadas 322 espécies de aves, entre elas, 14 em extinção, como o bicudinho do brejo e o papagaio-de-cara-roxa.

Leia também: Guaratuba entra na lista internacional de sítios Ramsar

Leia também
Comentários
Carregando...