Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Projeto Toninha ganha mural de artista renomado no CEM-UFPR

Fotos: Projeto Conservação da Toninha – FMAII / Divulgação

Artista plástico reconhecido pela defesa da vida marinha e membro da Ocean Artist Society (USA) se junta ao Projeto de Conservação da Toninha na luta pela proteção do golfinho mais ameaçado do Brasil

Alexandre Huber, que já pintou imensos painéis temáticos da vida marinha ao longo da costa brasileira, visita o Campus de Pontal do Paraná – Centro de Estudos do Mar (CEM), da Universidade Federal do Paraná. Huber vai pintar um mural com cerca de 50 m² no Centro de Reabilitação, Despetrolização e Análise de Saúde da Fauna Marinha (CReD) trazendo mais vida e alegria ao Laboratório de Ecologia e Conservação e a todo o campus da UFPR.

A programação iniciou na sexta-feira (2) com a chegada do artista e reconhecimento do espaço. Os primeiros traços já foram desenhados. “Com certeza a toninha será a personagem principal. Talvez tenha um farol simbolizando as ações de proteção em prol desse golfinho tão ameaçado. Mas os detalhes mesmo só conforme eu for pintando”, conta o artista.

Com larga experiência em pinturas de grande extensão, a pintura junto ao CEM será o 91º painel de Huber, a primeira do artista no estado do Paraná. Entre as artes de destaque figuram o mural da Praça de Todas as Idades, em Piçarras (SC) e a pintura da Unidade de Estabilização de Fauna Marinha da Udesc, em Laguna (SC), o maior mural artístico de fauna marinha, com o recorde nacional de 470m².

A pintura é aguardada há muitos meses pelos integrantes do Projeto de Conservação da Toninha, responsável pela execução da ação. A coordenadora geral, Camila Domit comenta que o trabalho artístico de Huber, com seu grande alcance e repercussão, soma forças na divulgação da toninha, o golfinho mais ameaçado do Oceano Atlântico Sul Ocidental. “A parceria com um profissional como Huber nos deixa bastante animados. Precisamos de mais vozes que sensibilizem a população sobre a situação das toninhas. Acreditamos que ao proteger a toninha estamos protegendo todos os seres humanos e não humanos que dependem do oceano. Esse é um problema complexo que só pode ser sanado com ações conjuntas envolvendo os diversos atores da sociedade. Por esse motivo, a presença do Huber é tão importante”, comenta.

Huber vem ao Paraná como parte das ações do projeto, mas as tintas e os materiais de pintura serão disponibilizados pelos apoiadores do artista, Tintas Eucatex, Telas e Acessórios Souza, Tigre e Wimpel. Dando sequência às atividades, o artista vai desenvolver uma cartilha de educação ambiental para o Projeto Conservação da Toninha – FMAII que deve ficar pronta nos próximos meses. A cartilha será utilizada como material de educação ambiental nas atividades do Projeto e o lançamento será junto ao painel, em uma divertida atividade, neste momento online para proteger a todos em tempos de pandemia.

A realização do Projeto Conservação da Toninha FMAII é uma medida compensatória estabelecida pelo Termo de Ajustamento de Conduta de responsabilidade da empresa PetroRio, conduzido pelo Ministério Público Federal – MPF/RJ.

O artista

Alexandre Huber é farmacêutico de formação, mas sua história mesmo foi sempre ligada ao mar e suas obras se espalharam pelo Brasil afora chegando próximo de uma centena de pinturas. Ele se diz motivado por um sonho: formar os futuros guardiões do meio ambiente, as crianças.

Em 2009, o artista criou o Projeto Huber Arte Marinha, atuando pelo país a favor de organizações e instituições ambientais dedicadas à preservação do Oceano e suas espécies. Hoje, contabiliza mais de 200 oficinas de arte para crianças e 90 grandes murais dentro da temática marinha.

No ano de 2015, Huber recebeu a chancela internacional pela entidade americana Ocean Artists Society, inserindo seu nome no hall dos maiores artistas defensores dos Oceanos do mundo. E sua arte, literalmente, atravessou os oceanos. O artista foi recebido no Oceanário de Lisboa, em Portugal; atuou em favor do IUCN Otter Specialist Group e American Cetacean Society, nos Estados Unidos; Blue Core, no México e Stuart Cove’s, nas Bahamas.

Atualmente, o artista dedica-se também como autor e ilustrador de livros infantis, já tendo publicado o livro “Vida Marinha, 1º Guia Ilustrado para crianças”; o “ABC do Oceano”; “100 animais marinhos para colorir” e o E-books “Eu também sou da Família”- Projeto Lontra. Como ilustrador, Huber tem suas artes estampadas em mais de 17 livros e cartilhas de educação ambiental, dedicados ao conhecimento e preservação da vida marinha.

Fonte: Projeto Conservação da Toninha – FMAII

Leia também
Comentários
Carregando...