Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

IAT quer conhecer a experiência das pessoas com os parques estaduais

Iniciativa busca aproximar paranaenses do patrimônio natural do Estado e promover a educação ambiental para conservação e preservação. Fotos com histórias sobre os parques estaduais podem ser enviadas até o dia 30 deste mês. Foto: Sedest/IAT

O Instituto Água e Terra (IAT) lançou nesta quarta-feira (21) uma campanha para conhecer histórias da população com os parques estaduais que são abertos à visitação. 

Para participar, basta preencher um formulário simples e online e anexar uma foto da Unidade de Conservação.

O IAT recebe participações até o dia 30 deste mês. As fotos e histórias podem ser publicadas nas redes sociais da Sedest. A população pode contar a sua experiência com um dos parques estaduais AQUI. 

O IAT é vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), responsável pela administração de 71 Unidades de Conservação (UC), sendo 37 Parques Estaduais.

Dos parques, 26 são abertos à visitação pública. O objetivo da campanha é aproximar os paranaenses do turismo de natureza e promover, dessa forma, a educação ambiental. 

O diretor de Políticas Ambientais da Sedest, Rafael Andreguetto, destaca a importância da aproximação com a sociedade, com o objetivo de promover a conscientização e a sensibilização para o cuidado com o meio ambiente.

“Ela é importante para que possamos compreender e entender como atores desse processo, seja governo ou a sociedade civil. A população deve estar presente e ser parte dessa responsabilização para que possamos fazer a diferença e a mudança para a conservação e a preservação do meio ambiente”, disse. 

UM DIA NO PARQUE – A iniciativa surgiu com o evento Um Dia no Parque, no qual foram realizadas ações de limpeza e educação ambiental nas trilhas de duas UCs. 

As atividades aconteceram no último domingo (18), com cerca de 20 técnicos do IAT. Foram promovidas duas ações de limpeza e reparos em trilhas no Parque Estadual Serra da Esperança (Centro-Sul) e no Parque Estadual Serra da Baitaca (RMC).

Para evitar aglomeração, os servidores do instituto trabalharam conscientizando as pessoas que já estavam no local, curtindo seu momento de lazer. 

Foi destacada a importância em não deixar lixo no local, não fazer fogueiras e não interagir com fauna silvestre, entre outras medidas para a preservação do patrimônio natural. 

Na limpeza, os principais resíduos encontrados foram bitucas de cigarro, embalagens de comida (chocolates e salgadinhos), copos descartáveis e papel higiênico. A estimativa é que cerca de 500 pessoas que visitavam as duas UCs no momento da ação tenham sido impactadas com as atividades de educação ambiental.

Foto: Sedest/IAT

Fonte: Sedest/IAT

Leia também
Comentários
Carregando...