Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Litoral tem saldo de 4 mortes e 788 novos casos de covid na semana

A Secretaria Municipal da Saúde de Guaratuba confirmou, com pesar, neste sábado (21), mais um falecimento por covid-19: um homem morador do bairro Nereidas, de 69 anos, que estava internado no Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba. 

O óbito foi registrado no mesmo dia no informe da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), mas não altera a estatística semanal de Guaratuba. Na terça-feira (17), a Sesa corrigiu sua base de dados e retirou um óbito ocorrido em outro município que foi registrado por engano em Guaratuba. Situação parecida aconteceu em Morretes, que, nestes últimos dias, teve redução de 2 óbitos registrados por engano.

Em todo o Litoral, a Sesa confirma que 1.135 mortes por covid, 4 a mais que na semana passada, um dos menores números dos últimos meses. Considerando o saldo zero em Guaratuba e – 2 em Morretes, os novos óbitos foram registrados em Paranaguá (5) e Antonina (1). 

* Atualização – O informe deste domingo (22) registrou mais uma morte em Guaratuba, que passa a ter 177 óbitos, e o Litoral vai a 1.136. No início da noite, a Secretaria Municipal da Saúde informou que falecimento registrado hoje ocorreu na sexta (20): um orador no bairro Cohapar, de 86 anos, que estava internado no Hospital Regional do Litoral, em Paranagua.

Novos casos

Já o número de casos, aumentou significativamente. Uma parcela pode ser atribuída ao aumento de testes, como acontece em Guaratuba, e aos ajustes dos dados da Sesa, que vem registrando agora casos ocorridos em meses anteriores . No entanto, a variação é muito significativa. Em uma semana, de sábado (14) a sábado (21), houve 788 novos casos, 350% a mais que na semana anterior. 

Os novos casos (incluindo ajustes da Sesa) foram em Paranaguá (562), Pontal do Paraná (84), Guaratuba (63), Matinhos (49), Antonina (12), Morretes (11) e Guaraqueçaba (7).

O Litoral tem 40.006 casos confirmados e 37.968 pacientes recuperados. Subtraindo o número de mortos, restam apenas 903 pessoas em tratamento em toda a região.

Transmissão aumenta no Paraná e no Brasil

Estatística da Sesa e do Ministério da Saúde mostram redução de novos casos e mortes no Paraná e no Brasil, mas um dado divulgado neste sábado gera apreensão. 

A taxa de reprodução eficaz (RT) voltou a subir e passa de 1, ou seja, cada paciente transmite para mais de uma pessoa, o que causa aumento de casos. Quando está abaixo de 1, acontece a redução.

De acordo com os dados do Laboratório de Estatística e GeoInformação, da Universidade Federal do Paraná registradas neste último informe da Sesa, o RT no Paraná passou de 0,87 para 1,19. No Brasil, de 0,90 foi para 1,03.

Leia também
Comentários
Carregando...