Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Mas e o conforto, a segurança!

alex-colunaEssa semana, me surpreendi com a informação divulgada pelo Correio do Litoral.

O DER divulgara na imprensa oficial do governo do Estado do Paraná, que não haveria filas na travessia do ferryboat, o que vem deixar claroque oo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná está preocupado apenas com as filas.

Todos aqueles que apoiam a luta pela ponte, apoiam, pois sua luta vai muita além de umas filas para a travessia.

Precisamos abrir os olhos aos trabalhadores, aqueles que moram um ou do outro lado da baía. Precisamos abrir os olhos aos estudantes, aqueles que moram um ou do outro lado da baía. Precisamos abrir os olhos para aquelas pessoas, algumas idosas, outros cadeirantes, sem falarmos nos doentes que precisam descer do carro, as vezes até debaixo de chuva, pois segundo anunciado pela própria balsa, é proibido a travessia com passageiros dentro do carro.

O litoral, precisamente a nossa cidade de Guaratuba, precisa dessa ponte, pois a cidade tem um excelente polo pesqueiro, indústrias de boas qualidades que precisam escoar suas mercadorias pra todo o litoral, Paraná e Brasil.

Abrir os olhos somente pras filas, é fechar os olhos para o desenvolvimento, o progresso e a tranquilidade que uma ponte traz.

Também me deixou impressionado a quantidade de veículos que utilizaram a travessia no período de 15 de dezembro a 15 de janeiro, 448.000 carros, vamos fazer um cálculo.

Vamos supor que nos meses de janeiro, fevereiro e dezembro seja de 400.000 carros por mês, e nos meses de março a novembro seja de apenas 100.000 ao mês.

Então teremos no primeiro a soma de 1.200.000, e no segundo 600.000, ao todo 1.800.000 carros por ano.

Se o custo da travessia é de R$ 5,40, vamos multiplicar por 1.800.000, que vai dar a soma de R$ 9.720.000,00 (nove milhões, setecentos e vinte mil reais), se esse é o valor aproximado de arrecadação por ano, olha que não considerei ônibus e nem caminhões no cálculo, pois o preço é diferenciado e maior que do veículo comum.

Agora vamos pegar o valor de um ano de arrecadação e multiplicar por 15, pois o artigo 36 da constituição estadual, prevê um pedágio de no máximo 15 anos.
– 9.720.000,00 x 15 = 145.800.000,00 então chegaríamos a um valor de (cento e quarenta e cinco milhões e oitocentos mil reais), resumindo tudo isso, o resultado seria de uma belíssima ponte.

Não vamos olhar apenas a fila da travessia, vamos olhar para todo o conforto, segurança e agilidade que uma ponte traria, buscar o progresso e o desenvolvimento do nosso litoral, deve ser nossa principal bandeira.

ASSINATURAS DO ABAIXO ASSINADO TRADICIONAL 1.920
https://secure.avaaz.org/po/petition/PONTE_DE_GUARATUBA_JA/?wHovUdb 1.186
Petição Pública 44
TOTAL 3.150
ALEX FATEL
Twitter: @alexfatel
alexfatel@hotmail.com
(41) 9128-9351
GRUPO NO FACEBOOK: PONTE TRAVESSIA DE GUARATUBA.
PÁGINA NO FACEBOOK: https://www.facebook.com/PonteTravessiadeGuaratuba
www.pontedeguaratubaja.com.br

Leia também
Comentários
Carregando...