Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Presos em tribunal do crime de Pontal do Paraná são denunciados

Ouça a notícia relatada pelo MPPR e o comentário do promotor Edson Scolari Filho

A Promotoria de Justiça de Pontal do Paraná ofereceu denúncia contra seis pessoas presas em flagrante no dia 26 de agosto durante sessão de um “tribunal do crime”. A prática é utilizada por facções criminosas para cobrar dívidas e punir dissidentes.

Entre os crimes denunciados, estão: organização criminosa, sequestro e cárcere privado, tortura, tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte de arma de uso restrito e receptação.

Conforme apurado, os denunciados mantiveram um homem em cárcere privado e o torturaram durante pelo menos 8 horas. Foram apreendidos drogas, balança de precisão, anotações de tráfico, cordas, facas, arma de fogo e veículo automotor furtado que estavam com o grupo.

A pedido do  Ministério Público do Paraná, através da Promotoria,  os denunciados tiveram prisão preventiva decretada e deverão permanecer presos durante o processo. Em caso de condenação, as penas podem ultrapassar 40 anos de reclusão.

Os denunciados foram presos pela Polícia Militar durante “julgamento” de um  um homem, de 33 anos, que ocorria de uma casa do balneário Monções.

O “réu” teria mudado para um grupo rival e continuava com dívidas de tráfico de drogas com os antigos parceiros. Morador do bairro de Alexandra, em Paranaguá, ele foi sequestrado e levado para Pontal do Paraná.

Após receber denúncias, a Polícia Militar acabou localizando a casa, prendendo as seis pessoas e liberando o homem, que foi encontrado amarrado. Foram encontrada drogas, uma balança e uma arma.

Foto: PMPR
Leia também
Comentários
Carregando...