Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Desenvolver a intuição para sobreviver em diversas instituições

O empresário de comunicação social Cristiano Bassa em parceria com o Jornal Registra escreve artigo ao Correio do Litoral dessa semana sobre a importância das pessoas desenvolverem a intuição e percebê-la como um guia para tomada de decisões de gestão social em suas vidas.

Atualmente Bassa tem uma empresa de comunicação para administrar, é também vice – Presidente da Associação de Moradores do Eliane e Nereidas em Guaratuba e também presidente do PSOL de São José dos Pinhais – PR. Bassa recentemente fundou o movimento social Guaratuba Progressista e também é um dos fundadores do movimento nacional MRT – Movimento Renda para Todos. Em duplo domicílio Bassa vive e atende as demandas do seu trabalho nas duas cidades: Guaratuba e São José dos Pinhais-PR

Foi o jornalista responsável pelas 4 edições da revista Guará Dreams, atualmente tem mais de 22 mil seguidores do seu Instagram político @bassa.psol. Bassa já participou também do programa de TV Jogo do Poder, da CNT, apresentado pelo advogado Luís Carlos Rocha, o vídeo de 2013 está disponível no youtube até os dias de hoje.

Segundo Bassa, Junto com a intuição é necessário o uso da razão para a matemática filosófica funcionar. Além desses, a sensibilidade é a virtude que levará a humildade e a lucidez em reconhecer que é necessário ir à luta para buscar a realização dos seus sonhos.

O dicionário define intuição como “a habilidade imediata de saber algo sem o uso consciente da razão, “apreensão instantânea.“ Assim, sua intuição é seu conhecimento interior. A intuição é semelhante ao equipamento de rádio, por meio do qual ideias, planos ou pensamentos aparecem na mente consciente.

Descobriram que a “voz” mansa e delicada que ouvia era a voz do próprio Deus, surgindo como orientação e sabedoria suprema. Essa voz interior é um poder espiritual, segundo o livro de Caterine Pondher, pois é o próprio poder divino.

Nesta época de conformidade geral, é hora de “ousar ser diferente”, expressando sua individualidade e distinção.

Se você foi educado e modelado pelo padrão normal de família humana, pode acabar vivendo uma vida mediana, sem nunca ter um pensamento original sequer.

A crença popular nos anos recentes têm sido a de que se um indivíduo não se encaixa em um certo modelo de pensamento e comportamento, ele é “desajustado”. 

Os perigos de tal conformidade agora estão sendo percebidos, embora a pressão pela normatividade ainda exista. Por exemplo: muitas grandes organizações têm mudado suas atitudes, descobrindo que a conformidade de seus colaboradores levam a estagnação e ao declínio da produção.

Algumas empresas agora estão buscando modos de estimular um novo individualismo.

O progresso em todas as áreas é, de fato, resultado da engenhosidade individual. 

Um autor ressaltou, segundo Catherine Ponder, que a Nova Era exige um novo individualismo ousado e persistente no campo do empreendedorismo mas para viabilizar qualquer projeto é fundamental que os indivíduos desenvolvam a consciência do trabalho coletivo, em equipe é que um projeto trará frutos e resultados. 

Esse traço geralmente é encontrado na pessoa que aprendeu a ouvir seu interior e a seguir suas intuições. É por meio da intuição que músicos , artistas e escritores , livres pensadores tem feito contato com a mente onipotente de Deus, para depois derramar a sua inspiração para o Mundo. Cristiano Bassa conclui dizendo, “Neste sentido, lhe convido a conhecer a ciência que fundei em 2015. Acesse www.Facebook.com/Cristosofia e fique por dentro da Ciência do Cristianismo.”

Cristiano Bassa – Empresário de Comunicação
Formação Acadêmica
Administrador de Empresas (PUC-PR)
Jornalista DRT 8439/PR
Pós-Graduado –Especialista em Comunicação Política (UFPR)

Texto: Equipe Agência de Comunicação Jornal Registra 

Contato: WhatsApp e PIX (41) 9.9688-9720

Leia também
Comentários
Carregando...
error: Conteúdo protegido!