Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Primavera, a tímida

A primavera parece aquela amiga tímida. Nós a levamos na festa, fica num cantinho e só no final desanda a falar. A estação mais linda do ano começou dia 22 de setembro, já se passaram quase 20 dias e nada. Cadê? Dois dias de sol e duas semanas de chuva. Está difícil suportar.

Domingo, fui passar o dia em Guaratuba. Conheci, no ferry boat, uma vendedora ambulante chamada Mara. Como sempre a conversa começou sobre a chuva e à medida que ela falava, me senti pequena. Contou sobre as vendas, ou melhor, sobre as não vendas. Ela vende sorvete na areia e há duas semanas não ganha nada. Tenho uma espécie de horror com dias chuvosos, faço o que tenho para fazer, no modo automático. Preciso escrever as crônicas e me enrolo.

Sério, eu amo escrever e não consigo. Estou com umas 8 crônicas começadas e abandonadas. Já no segundo parágrafo, os textos ficaram azedos, com raiva e com xingamentos. Parece que estou descontando uma raiva incontrolável. Quem se dispõe a ler uma crônica não merece. A tal depressão sazonal me pegou de jeito.

Em 2021, a pantone anunciou como cor do ano a “Ultimate Gray”. Levei um susto por estarmos no auge de uma pandemia. Traduzindo: cinza final. Não era hora para isso. Gosto de cinza e acho chique. As minhas combinações favoritas são cinza e vermelho ou cinza e turquesa. Mas daí ser tendência é demais, a sensação é de um luto mais claro. Espero, sinceramente, que em 2022, seja uma cor vibrante.

Há boatos que vai chover até o final do mês. Observo que para um feriadão está tudo parado. Não tem muita gente circulando. Talvez estejam em casa comendo e jogando baralho. É bom descansar, mas a expectativa X realidade para os comerciantes, donos de restaurantes e ambulantes, foi por água abaixo.

Vale fazer simpatia para parar de chover? Opa, vale sim. Uma das mais conhecidas é oferecer um ovo para Santa Clara. O problema é colocar no telhado com chuva. Santa Clara não quer que ninguém se quebre, é só pedir licença e colocar num muro ou soleira de janela. Vou fazer isso, tenho muita esperança.

O outono chega dando uma voadora e abaixando as temperaturas. A primavera vem lentamente e floresce. Inclusive, florescer é uma das palavras mais lindas da língua portuguesa e estamos ansiosos para conjugar esse verbo.

P.S. – não esqueçam do ovo.

Leia também
Comentários
Carregando...
error: Conteúdo protegido!