Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Homem atinge carro da TVCI com uma pedra

Foto: TVCI

No último sábado (16), uma equipe de jornalismo da TVCI, cobria uma ocorrência policial, no bairro Beira Rio, em Paranaguá, quando um homem atirou uma pedra contra o veículo de reportagem, no momento em que o cinegrafista Ricardo Damasceno deixava o local. “Por sorte, o profissional não foi atingido”, informa matéria de Michel Moreira no site da emissora.

Segundo a Polícia Militar que atendia a ocorrência, o rapaz chegou a ameaçar uma equipe do Samu e os próprios policiais, informa a TVCI. “Além de várias vezes ameaçar as equipes de reportagem que estavam no local, seja de TV, rádio ou jornal”. Um boletim de ocorrência foi formalizado para relatar a situação. O autor da agressão, identificado com o primeiro nome de Matheus, não foi localizado.

A matéria de Michel Moreira cita uma estatística preocupante. “Segundo a Abert, a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão, ao longo de 2020, casos de agressões físicas, ofensas e intimidações a jornalistas aumentaram 168% em comparação a 2019.”

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor) repudiou a violência:

“É lamentável que profissionais de imprensa ainda sejam alvos de episódios como esse, porque além do dano material, é preciso levar em conta o dano moral e o dano psicológico a quem está envolvido na cobertura da reportagem. Por isso que a posição do Sindicato dos Jornalistas do Paraná tem sido sempre a de defender a garantia da segurança das equipes jornalísticas e também de repudiar qualquer tipo de violência de tentar impedir o trabalho dos jornalistas e os profissionais de imprensa.” – Silvia Valim, diretora do Sindjor.

“O homem que atirou a pedra contra o veículo de reportagem da TVCI no último sábado, realizou tal ato baseado em um achismo. Ele acreditou que a imprensa estava no local desrespeitando a família do homem que havia sido executado, mas é preciso diferenciar a imprensa responsável dos grupos de mensagens onde há a exibição da dor familiar”, afirma a matéria do site.

“O ataque a uma equipe da reportagem da TVCI escancara o perigo, mas também evidencia a importância do jornalismo baseado na ética”, completa.

Comentários
Carregando...