Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Estrada do Cubatão deve ganhar pavimentação em 8 km

A Prefeitura de Guaratuba realizou na quinta-feira (14) uma audiência pública para apresentar o projeto de pavimentação com pedras irregulares em trechos da Estrada Geral do Cubatão. 

A reunião aconteceu na sede da Igreja Assembleia de Deus, no Cubatão. A audiência é um requisito para aprovação do convênio entre o município e a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab) e visa o consentimento dos moradores para implantação do projeto. Segundo a prefeitura, 68 pessoas assinaram o termo de consentimento. O próximo passo é o envio de toda a documentação para a SEAB para formalizar o convênio e liberar o recurso e assim que estiver disponível será imediatamente iniciada a obra.

O projeto consiste na retirada de material local (cascalho ou seixo extraído do rio) como base para aplicação de pedras irregulares como revestimento primário, tornando assim os custos mais acessíveis. As vantagens desse tipo de pavimento na região é que tem ótima drenagem de águas pluviais, baixíssima manutenção, melhora o tráfego de veículos em geral e acaba com o problema de poeira nas casas lindeiras.

“Nós saímos de uma estrada praticamente intransitável para uma estrada que tem hoje uma manutenção muito boa. Este projeto viabilizará uma pavimentação muito próxima da asfáltica, oferecendo melhorias no acesso de serviços públicos”, .afirmou o prefeito Roberto Justus. ]

O secretário das Demandas Rurais, Paulo Pinna, mencionou o trabalho de manutenção e drenagem que já vem sendo realizado, como também a continuidade dos serviços de aplicação de material fresado que serão colocados nos demais trechos da estrada que não foram contemplados nesse projeto. Pinna agradeceu ao deputado Nelson Justus por estar sempre intermediando a vinda desses recursos para Guaratuba. “Sem essa força política, muitos problemas da cidade não chegariam às prioridades do Estado”, disse.

Previsto para iniciar em fevereiro de 2022, o projeto também objetiva fomentar a mão de obra na região, pois serão necessários em torno de 70 homens para a colação das pedras no trecho que compreende a região central da comunidade do Cubatão, onde concentra a maior parte de moradores e os os prédios públicos: escola, subsede da prefeitura e posto de saúde.

A estrada terá quase 8 quilômetros de extensão, 7 metros de largura de pista, com mais 1 metro de cada lado para escoamento das águas. Estima-se que a obra seja concluída em aproximadamente 1 ano, com a previsão de que a formalização do convênio aconteça em novembro e a licitação do material e contratação da mão de obra, em dezembro.

O projeto foi apresentado pelo diretor geral da secretaria, Carlos Eduardo Nunes dos Santos. O engenheiro civil da Secretaria de Urbanismo José Carlos Sdroiewski e o técnico agrícola da Secretaria das Demandas Dagoberto da Silva explicaram alguns detalhes.

Na ocasião estavam presentes também, o chefe de gabinete Toni Caldeira, o secretário da Infraestrutura e Obras, Márcio Tarran, o assistente técnico da Seab Antônio Carlos de Oliveira, os membros da IDR Adriano Machado e Carlos Henrique Andrade, o vereador Alaor do Cubatão e representantes de associações rurais.

Com informações e fotos do Departamento de Comunicação Social da Prefeitura de Guaratuba

Leia também
Comentários
Carregando...