Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Com instabilidade no ConecteSus, Matinhos flexibiliza passaporte da vacina

No primeiro dia decreto do passaporte, 100 pessoas tomaram 1ª dose e 284 a 2ª dose que estava atrasada, informa Prefeitura

Foto: Prefeitura de Matinhos

Os problemas provocados pela instabilidade do sistema ConecteSus, do Ministério da Saúde, fez a Prefeitura de Matinhos flexibilizar a exigência de comprovante de vacinação contra a covid-19 para acesso aos locais públicos.

Em nota oficial, divulgada no início desta noite, a Secretaria Municipal de Saúde explica a decisão. O governo federal alega que houve um ataque hacker no sistema e há mais de um mês há instabilidade no comprovante digital da vacinação.

Segundo a Prefeitura, pessoas estavam com problemas de comprovar a vacinação: “Não se pode penalizar comerciantes e cidadãos, que estão prejudicados no cumprimento do decreto por não conseguirem comprovar a condição de vacinação em dia em virtude do colapso no sistema do Ministério da Saúde”, justifica a nota.

O chamado passaporte da vacina entrou em vigor nesta sexta-feira (15) e já deu um resultado bastante positivo. “Apenas em um único dia de vigência do decreto municipal, a secretaria de saúde de Matinhos realizou mais de 800 aplicações de vacinas contra a covid-19, sendo que 100 delas de primeira dose, 284 de segunda doses atrasadas, 74 de segundas doses dentro do prazo estabelecido e 399 de doses de reforço”. 

NOTA OFICIAL

Considerando a instabilidade do sistema CONECTSUS, do Ministério da Saúde, bem como as constantes inconsistências apresentadas pelo sistema acerca da comprovação vacinal da população, a Secretaria da Saúde de Matinhos, através da Nota Técnica N. 003/2002, emitida às 16:25 horas de hoje, decidiu por FLEXIBILIZAR temporariamente a fiscalização e cumprimento do disposto no Decreto Municipal 947, que se refere à obrigatoriedade da apresentação da caderneta de vacinação em dia para adentrar em locais públicos e privados de uso coletivo. 

Reforçamos nosso pedido de colaboração dos comerciantes, para que seja solicitada a vacinação em dia de toda a população, fixa ou flutuante, todavia, não podemos deixar de considerar que nos casos em que o paciente não possui a via física da caderneta de vacinação, e que o sistema CONECTSUS do Ministério da Saúde apresenta dados inconsistentes, não se pode penalizar comerciantes e cidadãos, que estão prejudicados no cumprimento do decreto por não conseguirem comprovar a condição  de vacinação em dia em virtude do colapso no sistema do Ministério da Saúde.

Tão logo o sistema CONECTSUS seja integralmente restabelecido pelo Ministério da Saúde, retiraremos a flexibilização e voltaremos a exigir a comprovação obrigatória da vacinação em dia, por entendermos que esta é uma importante medida para conter o avanço vacinal, e para maior rapidez na superação dos altos números da pandemia de COVID-19, que agora se somam aos também altos índices de contaminação da pandemia dos vírus da Gripe Influenza. 

Apenas em um único dia de vigência do decreto municipal, a secretaria de saúde de Matinhos realizou mais de 800 aplicações de vacinas contra a COVID-19, sendo que 100 delas de primeira dose, 284 de segunda doses atrasadas, 74 de segundas doses dentro do prazo estabelecido e 399 de doses de reforço. 

A nota técnica n 003/2022, da Secretaria Municipal de Saúde, será publicada já no próximo diário oficial do município, e tem validade imediata.

Por fim, agradecemos mais uma vez a colaboração de todos os comerciantes que estão agindo exemplarmente no cumprimento do Decreto, e também a população que fez sua parte, reiterando os lembretes básicos para uso de máscara corretamente em todo o tempo, a frequente higienização das mãos com água e sabão, a aplicação do álcool em gel e o distanciamento social.

Comentários
Carregando...