Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Centro de Direitos Humanos de Foz vai pedir tombamento do Bosque Guarani

Ambientalistas reuniram-se para avaliar a situação do Bosque Guarani e articular ações em defesa da vegetação que cobre a área de 4,5 hectares, situada no centro da cidade de Foz do Iguaçu. A reunião foi realizada na sede do Centro de Direitos Humanos e memória Popular (CDHMP), e a pauta principal foi a definição de uma série de encaminhamentos para a defesa das cerca de mil árvores nativas e quatro lagos, além de duas nascentes, existentes no local.

Segundo a ambientalista Natalie Husson, existem ameaças reais ou veladas de violação da área. Segundo ela, o modernismo, que não leva em conta a preservação, mas sim edificações projetadas com um olhar para fora, podem destruir o pulmão verde localizado nas proximidades do Terminal de Transporte Urbano.

Para a presidente do CDHMP, professora Tamara André, a mobilização da sociedade civil organizada tem de ser permanente. “Estamos de olho e nos próximos dias, vamos conhecer os diversos projetos que estão em andamento e solicitar uma audiência com o prefeito Chico Brasileiro. Paralelo a essas ações, vamos entrar em contato com o MP e protocolar na Prefeitura, um Oficio solicitando o Tombamento da Area, considerando sua importância como Patrimônio Natural de Foz do Iguaçu “.

Fonte: Iguassu News

Comentários
Carregando...