Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Jornalista de Rondônia encontra tio em matéria do Correio do Litoral

A matéria que ajudou na busca
A matéria que ajudou na busca
Seu Orlando na confraternização
Seu Orlando na confraternização
Dona Ana Maria de Oliveira e o neto José Álvaro, filho de Adair
Dona Ana Maria de Oliveira e o neto José Álvaro, filho de Adair

Uma família está prestes a se reencontrar depois de 58 anos, graças a uma reportagem do CorreiodoLitoral.com. É o terceiro caso em menos de um ano. Mas o mérito é de um jornalista que mora bem longe.

Adair Oliveira, de 29 anos, é jornalista e mora hoje em Cacoal, no Estado de Rondônia, a 479 Km da capital Porto Velho. Há 15 anos, mais da metade de sua vida, ele dedica-se a atender um desejo da mãe. O filho caçula de dona Ana Maria de Oliveira tentava encontrar o tio: seu Orlando dos Santos, ex-presidente e um dos líderes da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis Pôr do Sol (Acamares), de Guaratuba.

Neste longo trabalho Adair já buscou pistas em diversos estados, mas sempre focou no Paraná, estado natal da mãe, de onde ela saiu quando se casou. Mas já não via o irmão há 58 anos, quando ela tinha 10 anos de idade e ele 14. Nem um dos três soube, mas estiveram perto, quando seu Orlando foi morar em Rolim de Moura (RO), distante meros 191 Km, comparados com os 2.992 Km que separam Jaru de Guaratuba.

Na semana passada, com base em uma pista que obteve, o jornalista procurou sites em Guaratuba. Foi encontrar o nome e a foto de seu Orlando em uma reportagem do Correio sobre uma confraternização realizada no dia 9 de agosto de 2014. Pesquisando mais encontrou o telefone de Jocilene da Conceição “Pretinha”, então coordenadora do Esquadrão da Limpeza Cidadã, uma das atividades da Acamares.

Adair conversou com Pretinha no domingo (22), que pôs Adair em contato com o Correio. Com o tio, falou por telefone às 10h desta segunda-feira “9 horas de Rondônia”, como destaca.

Dr Localiza – O jovem já conversou com a mãe e estão planejando como se encontrar. Ele e a mãe virão em breve para Guaratuba.

Adair, repórter de TV, rádio e jornal agora tem uma nova atividade principal decorrente da vontade de atender a mãe. Com as pesquisas que fez, ele criou um serviço de busca de pessoas desaparecidas: o Dr Localiza. Em breve vamos conhecer mais sobre a história emocionante de uma família em busca de um ente querido e dos caminhos que levam alguém nesta procura. Adair vai escrever um relato para o Correio.

Leia também
Comentários
Carregando...