Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

TRE quer alistar comunidade tradicionais com ação em Guaraqueçaba

Central do Cidadão (imagem: Assessoria de Comunicação de Guaraqueçaba / Arquivo)

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) fará um mutirão no Centro de Guaraqueçaba, visando o alistamento de moradores de comunidades indígenas, quilombolas e caiçaras do município. 

A ação para fazer o título vai acontecer nos dias 23 e 24 de abril (sábado e domingo), na Central do Cidadão (avenida Ararapira, 27) e contará com a presença do presidente do TRE-PR, desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura.

“No caso específico dos indígenas e quilombolas, muitas vezes há o interesse em participar da grande festa da democracia, no entanto, o acesso ao cartório eleitoral é muito difícil. Diante dessa situação, a Justiça Eleitoral não pode deixar de garantir a essa cidadã ou cidadão a oportunidade de tirar seu título eleitoral e participar efetivamente do processo político de seu país”, destacou o desembargador Coimbra de Moura.

Final de prazo

O município de Guaraqueçaba faz parte da 6ª Zona Eleitoral de Antonina. Por causa da peculiaridade da região e o difícil acesso, a Justiça Eleitoral paranaense vai montar cinco guichês de atendimento para atender a população local, que não precisará se deslocar até Antonina para tirar o título e regularizar pendências. 

O prazo para realizar esses serviços termina em 4 de maio, 150 dias antes das eleições, que acontecem no dia 2 de outubro (1º turno) e 30 de outubro (se houver 2º turno).

Ação estadual

Zonas eleitorais de todo o Paraná também vão participar da campanha. Pessoas que fazem parte de comunidades indígenas e quilombolas poderão comparecer, também nos dias 23 e 24, presencialmente aos fóruns eleitorais do seu município para receber atendimento.

Cidadania Plena 

A ação faz parte do projeto Cidadania Plena, que busca ampliar a participação da sociedade no processo eleitoral. A campanha também visa pessoas presas provisoriamente, pacientes e pessoas idosas internadas em instituições de longa permanência e hospitais. Nos dias das eleições, serão instaladas seções eleitorais nesses locais.

Comentários
Carregando...