Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Garuva reúne acervo sobre Caminho do Peabiru

Foi inaugurado no início de junho ,em Garuva (SC), um espaço para reunir todo o acervo referente aos estudos e pesquisas do Caminho do Peabiru.

De acordo com a prefeitura, foi através do Projeto de Integração Turística Caminhos de Peabiru – Santa Catarina que se pensou em criar o local, que além de registros históricos sobre o Peabiru, contará também com livros e pesquisas a respeito da Mata Atlântica e de Garuva, com o objetivo de reconhecer, preservar e disseminar esses estudos. 

O espaço pode ser visitado pela comunidade e está localizado anexo ao Hotel Fazenda Monte Crista, na Estrada Barão do Rio Branco, 2.100.

CAMINHO – O Caminho do Peabiru ou caminhos do Peabiru, pois há várias ramificações, fazem parte da milenar rota transcontinental que ligava o Oceano Atlântico ao Pacífico, atravessando o Brasil, passando por Paraná, São Paulo e Santa Catarina e Paraguai, Bolívia e Peru. 

A região conta com vestígios arqueológicos que ultrapassam 3 mil quilômetros, carregados de histórias, lendas e aventuras.

O percurso histórico, criado pelos índios guaranis, integra a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade (Rede Trilhas) do governo federal e foi declarado Patrimônio de Natureza Cultural e Imaterial Paranaense a Rota Transcontinental Caminhos do Peabiru.

No Paraná – O Governo do Paraná também anunciou, no final de 2021, para valorizar e marcar a trilha histórica. “O Caminho do Peabiru visa resgatar, proteger e fomentar o turismo e a cultura das cidades que circundam a trilha histórica. 

No Paraná, os caminhos vão de Paranaguá a Peabiru (800 km passando por 30 municípios), de Peabiru a Foz do Iguaçu (450 km e 36 municípios) e de Peabiru a Guaíra com (300 km e 18 cidades).

Comentários
Carregando...