Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Câmara de Guaratuba analisa projeto que cria Guarda Municipal

De entrada na sessão da Câmara de Vereadores de Guaratuba desta segunda-feira (1º), o Projeto de Lei nº 1.567, de iniciativa do prefeito Roberto Justus, que cria a Guarda Civil Municipal. De acordo com o Regimento Interno do Legislativo, o projeto tem de passar por análise das comissões. Também terá de receber parecer do Departamento Jurídico.

Com a ausência da presidente da Casa, Professora Cátia do Doro, em isolamento devido à covid-19, a primeira sessão ordinária do segundo semestre foi presidida pelo vice-presidente da Mesa, Alaor do Cubatão.

Durante a sessão, os vereadores de Guaratuba aprovaram, por unanimidade, dois pareceres a projetos de lei de iniciativa de parlamentares, que agora poderão ser votados. Os pareceres aprovados são da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, ambos favoráveis à aprovação dos projetos. O PL 779, de autoria do vereador Ademir da Silva, institui o Programa de Saúde Bucal na Rede Municipal de Ensino; o PL 780, do vereador Paulo Araújo, denomina de Estrada Luiz Marcelo Alves, a estrada na localidade rural de Itinga.

Também deu entrada uma moção de aplausos ao casal festeiro-mor da Festa do Divino de 2022, Batista Sugamosto da Rosa e Djalmo Luiz da Rosa, assim como aos foliões do Divino Edival Alves, Eloi da Silva, Edgar Tavares de Freitas e Joacir Tavares de Freitas, de iniciativa do vereador Fabiano de Caieiras, com outras assinaturas de apoio. A moção já pode ser encaminhada para votação.

Fez uso da Tribuna para pronunciamento, o vereador Itamar Junior. Ele defendeu o concurso público da Prefeitura de críticas que teve os dois editais lançados na Câmara no último dia 28. Naquela ocasião, o prefeito também fez entrega à presidente Cátia do Doro do projeto de lei da Guarda Municipal, que terá um concurso público com 36 vagas.

Comentários
Carregando...