Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Empresas de Paranaguá discutem melhorias na logística de contêineres 

Evento da TCP abordou as demandas logísticas de Paranaguá e apresentou novas soluções, principalmente em relação ao trânsito na área portuária, eficiência dos negócios e geração de empregos 

     Nesta terça-feira (9), representantes de armazéns, transportadoras, importadores, exportadores, ferrovias e de armadores participaram do Primeiro Encontro Retroárea, em Paranaguá.  O evento, realizado pela TCP, discutiu soluções para a logística portuária, para a cidade e oportunidades na retroárea, que é o ambiente portuário externo e funciona como importante instrumento logístico e aduaneiro. As novidades incluem uma melhora nos fluxos de caminhões e maior eficiência no trânsito de contêineres. 

    O gerente de marketing e logística da TCP, Mateus Campagnaro, destaca a relevância do encontro, que “proporcionou um grande networking, além de um espaço para apresentarmos oportunidades de mercado e inovações no setor. Melhorar a logística no terminal traz benefícios inclusive para a comunidade, que terá um trânsito mais fluido e rápido”.   

Uma melhoria significativa apresentada foi o tempo médio que os caminhões permanecem dentro do terminal. Em comparação ao mesmo período de 2021, este indicador reduziu 18% no terminal. José Carlos Borba, diretor da Transcap Transporte, vê a melhoria com bons olhos e afirma que “seria muito importante realizar o evento várias vezes ao ano. Considero o encontro um importante espaço para ampliar a negociação”. 

      Vinícius Cordeiro, gerente executivo comercial da Brado Logística, destaca a importância do encontro para o setor ferroviário. “Falar com o público da retroárea é muito importante. Escutar como está o nosso nível de serviço e o que esperam para o futuro é fundamental para nós”. 

      Mais um aspecto importante da reunião foi uma iniciativa implantada recentemente pela TCP para incentivar a operação de vazios da madrugada, período que existe uma menor concorrência com demais operações. Segundo Campagnaro, “a TCP tem flexibilizado processos e aumentado a atratividade fazendo, por exemplo, ajustes nas travas de agendamento, permitindo operações consecutivas e customizadas nesse período, assim aumentando o giro dos caminhões. Isto gera benefícios para todos os elos da cadeia e, por consequência, para a comunidade, que vê um grande fluxo que costumava trafegar no horário comercial migrar para a madrugada, reduzindo o trânsito na cidade em horários de pico”. 

       Tony Zugliato, diretor da Granelmar Logística, acompanhou a apresentação e destacou que “a TCP vem alinhando e resolvendo as questões da retroárea, para que consigamos melhorar cada vez mais a produtividade. Este evento vem para reforçar isto”. 

     Patrick Tavares, diretor comercial da Marcon, também esteve presente e afirma que a reunião foi “uma oportunidade para conhecer mais exportadores e importadores, além de uma aproximação com o terminal”. Já Paulo Henrique Filho, gerente da Agência de Vapores Grieg e representante da Evergreen Marine, afirma que “com o evento a gente consegue fazer um planejamento melhor, principalmente pelo contato que temos com os participantes”. 

      Estiveram no encontro as empresas Agência de Vapores Grieg, Brado, Delta Porto, Ecoterminal, Eternit, Evergreen, FTS Group, Granelmar, Marcon, Mactrans, Martini Meat S.A., Renault, Scancon, Sama, Seara, Transcap, Transmarine e Ziran Paranaguá. Segundo Campagnaro, “o objetivo é realizar mais encontros nos próximos meses, mantendo sempre um diálogo com o mercado e melhorando a logística portuária em Paranaguá”. 

Leia também
Comentários
Carregando...