Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Aventura na trilha: curta um passeio original na Floresta do Palmito

Foto: Wikimedia Commons

O Paraná apresenta elementos para todos os gostos: praias, montanhas, cidades grandes, calmaria do interior, clima refrescante e friozinho gostoso. Ali podemos encontrar também florestas e trilhas para passeios originais com a família e os amigos. Que tal ir conhecer a Floresta do Palmito? Trata-se de uma das quase 70 Unidades de Conservação no Paraná, das quais menos da metade estão abertas ao público.

Preparando-se para a trilha

Antes de mais nada, é essencial preparar tudo o que você pode vir a precisar no caminho, pois o parque oferece 1,7 mil hectares de pura aventura e todas as trilhas somam 20 km (ida e volta). Como podemos ver no blog da ExpressVPN, em situações como essa é importante ter à disposição um kit de sobrevivência, o qual abrange itens indispensáveis como lanternas e pilhas, além de carregadores portáteis (os chamados power banks) para evitar que seu celular e outros dispositivos fiquem sem bateria.

Caso sua visita seja no verão, cuidados extras com a pele são primordiais. De acordo com Aneuri de Lima, gestor do parque, o calor é acentuado durante essa estação, além de ocorrerem frequentes mudanças no clima, incluindo chuvas intensas. Como se não bastasse, mosquitos e pernilongos podem ser abundantes. “A arma do visitante é o repelente”, diz ele, bem como capa de chuva, chapéu, protetor solar e roupas e sapatos específicos para trilhas. No mais, é importante ter uma garrafa de água sempre à mão. Com todos esses itens, você estará pronto para o seu passeio.

Foto: Wikimedia Commons

Sobre o parque

Localizado em Paranaguá, o parque está dentro da antiga Floresta Estadual do Palmito, local que ganhou o status de área de preservação em 2017. Esse pedaço da Mata Atlântica não é tão conhecido no litoral paranaense e, por isso, pode surpreender os visitantes por sua beleza e estado de preservação. Além da floresta, o mangue e a restinga enriquecem a área e permitem que os visitantes conheçam mais sobre a extração de palmito (o parque possui, contudo, forte ação contra a extração ilegal do palmito nativo, sendo seus recursos naturais usados apenas para pesquisas).

O local é repleto de árvores de grande porte na primeira parte da floresta e, no total, possui três tipos de vegetação, incluindo a restinga e os manguezais de baía. O parque também é o habitat de muitos animais silvestres e perfeito para os amantes de aves, já que os observadores contam com mais de 250 espécies, como o tangará e o supi-de-cabeça-cinza. A trilha vai se formando como um túnel, fazendo com que a temperatura caia floresta adentro, com diferença de até 10 graus a menos entre a estrutura coberta e o exterior.

Acesso e horários

O acesso ao Parque Estadual do Palmito se dá pela rodovia PR 407, próximo ao km 4,5. Os horários de abertura são das 8h às 18h, de segunda a sexta. É importante lembrar que as visitas devem ser agendadas, uma vez que, por se tratar de uma área florestal muito vasta, o parque precisa oferecer controle para que ninguém se perca. Trilhas de bicicleta são igualmente bem-vindas, desde que sejam feitas em grupos de no máximo 5 pessoas. Para mais informações e agendamento, ligue para 3424-5016.

Leia também
Comentários
Carregando...