Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Obra da Ponte de Guaratuba foi arrematada por R$ 387 milhões

A Construtora A. Gaspar S/A, de Natal, no Rio Grande do Norte, arrematou a obra da construção da ponte sobre a baía de Guaratuba, na licitação realizada na tarde desta quarta-feira (28).

O lance vencedor foi de R$ 386.799.000,11, cerca de R$ 4.500,00 a menos do que o segundo colocado.

Seis empresas e consórcios participaram da sessão de disputa de lances. O valor estimado da obra pelo contratante, o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), foi sigiloso, uma estratégia para obrigar os interessados em oferecer um preço mais competitivo e também em conhecer bem os detalhes da obra.

A sessão de disputa foi realizada no portal Licitações-e, sistema de compras eletrônicas do Banco do Brasil. Os participantes fizeram diversas ofertas, com valores cada vez menores, até um tempo limite ser atingido, quando foi declarada arrematante a empresa que apresentou o menor preço. O quinto lance mais alto ficou apenas R$ 38 milhões acima do vencedor. A proposta mais alta foi de R$ 1 bilhão e não ofereceu lances menores.

O prazo total estimado para conclusão da ponte e seus anexos é de 32 meses, sendo 2 meses para obtenção das licenças ambientais, 6 meses para elaboração de projetos e 24 meses para a obra.

O DER ainda deverá fazer audiências públicas para apresentar o Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA). Os documentos foram protocolados na sexta-feira (23), no Instituto Água e Terra (IAT), para análise e parecer do órgão, antes da emissão da Licença Prévia (LP) da obra. 

Caberá à empresa vencedora obter a Licença de Instalação (LI) e Licença de Operação (LO).

Próximos passos

Segundo o Governo do Estado, agora a Construtora Gaspar tem prazo de três dias úteis para apresentar uma planilha de preços atualizada, de acordo com a proposta que apresentou, bem como todos os documentos exigidos em edital, à comissão de julgamento do DER/PR, por e-mail.

A proposta sendo aprovada e os documentos habilitados, será publicado a declaração de vencedor da licitação, no portal Compras Paraná e Licitações-e, dando início ao prazo de três dias para interposição de recursos.

Caso alguma outra participante entre com recurso quanto ao resultado, a vencedora poderá apresentar suas contrarrazões; ambas serão analisadas pelo DER/PR, que irá tomar uma decisão final.

Com a vencedora sendo mantida, o processo segue para homologação e adjudicação do objeto da licitação, devendo a vencedora apresentar a documentação necessária para assinatura de contrato. Caso a empresa arrematante seja inabilitada ou recurso seja acatado, o DER/PR irá convocar a segunda empresa, conforme classificação na sessão de disputas, para apresentar sua planilha de preços e documentação.

Foto: Divulgação

A ponte

A Ponte de Guaratuba terá 1.244 metros de comprimento e largura útil mínima de 22,60 metros. Estão previstas quatro faixas de tráfego de 3,6 metros cada, duas faixas de segurança de 60 centímetros cada, barreiras rígidas de concreto de 40 centímetros, calçadas com ciclovia em ambos os lados, com 3 metros de largura, e 10 centímetros de guarda-corpo nas extremidades da ponte.

Também estão previstas intervenções nas vias de acesso à ponte. Na margem norte, a PR-412 será alargada para ambos os lados para facilitar o encaixe na ponte, com execução de muros de contenção para proporcionar o desnível necessário entre o pavimento existente e o tabuleiro. Também será implantado um retorno sob a ponte para ligação das vias locais e conexão da Estrada do Cabaraquara com Matinhos.

Na margem sul está prevista uma rótula alongada para ligação do bairro Caieiras, correção de nível da pista de rolamento e adequação de curva, além de implantação de uma alça de acesso à rua Nossa Senhora de Lourdes. Ao todo, entre ponte e vias de acesso, a extensão da obra chega a 3,07 quilômetros.

Leia também
Comentários
Carregando...