Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Aves reabilitadas são devolvidas para a natureza

Duas aves resgatadas no litoral do Paraná foram soltas no último dia 19, depois de passarem por reabilitação.

Elas foram soltas pela equipe do Laboratório de Ecologia e Conservação, do Centro de Estudos do Mar, da Universidade Federal do Paraná, que realiza o Projeto de Monitoramento de Praias no Paraná. 

As solturas aconteceram na praia de Pontal do Sul, em Pontal do Paraná, onde fica o LEC-UFPR e o Centro de Reabilitação, Despetrolização e Análise de Saúde da Fauna Marinha (CReD). 

Um atobá-marrom (Sula leucogaster) foi resgatado muito magra no dia 29 de agosto, apresentando dificuldade para respirar.

Os veterinários diagnosticaram que havia a presença de parasitas no trato respiratório, o que ocasionou uma infecção que afetou a saúde geral do animal. Após cerca de 20 dias de tratamento com medicamentos, inalação e alimentação apropriada, o Atobá recuperou seu estado de saúde e pode voltar para casa.

Um trinta-réis-real (Thalasseus maximus), foi solto depois de mais de um mês de reabilitação da ave. 

O animal foi encontrado na Ilha do Mel, muito debilitado, principalmente quanto à nutrição. Com o tratamento no CReD, o animal ganhou peso e recuperou sua saúde para voltar à natureza.

Se você encontrar animais marinhos debilitados ou mortos nas praias paranaenses é possível acionar a equipe do PMP-BS/Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC) do Centro de Estudos do Mar (CEM) da UFPR pelo 0800 642 33 41 ou pelo whatsapp (41) 9 92138746.

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural na Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. 

Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos. 

O projeto é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos. O LEC/UFPR monitora o Trecho 6 (Paraná), compreendido entre os municípios de Guaratuba e Guaraqueçaba.

Leia também
Comentários
Carregando...