Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

TCP retoma visitas guiadas para estudantes

Primeiro grupo de 2022 veio de São Paulo; a expectativa é realizar visitas quinzenais e a inscrição é um quilo de alimento não perecível

No último sábado (08), 27 alunos e 3 professores conheceram as instalações e o trabalho realizado na TCP, em Paranaguá. São estudantes do curso de administração do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), Campus São Roque. Este foi o primeiro grupo a conhecer o terminal desde a suspensão das visitas guiadas durante a pandemia de COVID-19, que começou em 2020.

Para a maioria, foi a primeira vez que tiveram contato com um terminal portuário. O professor Carlos Araripe foi quem acompanhou os alunos, de ônibus, até a chegada no Paraná. Segundo ele, o interesse em conhecer o terminal surgiu na aula de gestão da cadeia de suprimentos. “Considerando que a TCP é o maior terminal de contêineres da América do Sul, situado numa região de rara beleza e rica em cultura, foi muito fácil vender a ideia aos estudantes!”, enfatiza o professor.

Após uma breve apresentação na sala de treinamento, os visitantes aproveitaram a vista panorâmica no quarto andar do prédio administrativo da TCP.  A última etapa foi um tour de ônibus pelo pátio do terminal até o final do cais para acompanharem de perto as operações dos navios. O gerente de Marketing e Logística da TCP, Mateus Campagnaro, destaca que “as visitas permitem aos alunos um conhecimento prático sobre o trabalho realizado pela TCP e também nos aproximam da comunidade e dos estudantes. Assim, os alunos conhecem mais sobre logística portuária, comércio exterior e aprendem sobre a relevância das atividades realizadas pelo segmento portuário para o Brasil”.

Ao fim da visita, quem se interessou em atuar no ramo logístico em Paranaguá, pôde cadastrar o currículo no site da TCP. A proposta é realizar as visitas para universidades quinzenalmente, até o final do ano. A inscrição é feita mediante a entrega de um quilo de alimento não perecível, que será doado para comunidades em vulnerabilidade do Litoral do Paraná. As visitas podem ser solicitadas diretamente pelo site da TCP, na aba contatos: https://www.tcp.com.br/contatos/.

Leia também
Comentários
Carregando...