Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Marcelo Arruda é homenageado com nome de lei para a Guarda Municipal de Foz

A Lei Municipal 5.134/2022, que permite ascensão e enquadramento aos Guardas Municipais de 1ª classe, será batizada em Foz do Iguaçu com o nome de Marcelo Arruda, guarda municipal vítima de homicídio com motivação política. 

Ele foi morto no dia 9 de julho enquanto comemorava seu aniversário por um bolsonarista fanático, o policial penal federal  Jorge Guaranho. Tesoureiro do PT de Foz, Arruda tinha decorado o ambiente da festa com imagens do ex-presidente Lula, o que motivou o crime. 

“É justa homenagem pela memória do Marcelo Arruda, por todo empenho e trabalho dedicado à força sindical e principalmente neste projeto específico, que teve amplo debate, várias discussões com Executivo”, enfatizou o vereador João Morales (União).

A lei cria níveis I, II, III para os guardas de primeira classe e permite a ascensão profissional. Essa é uma reivindicação antiga da corporação, no sentido de valorizar os integrantes da categoria, sendo também um estímulo à capacitação do servidor.

De acordo com projeto enviado pelo Executivo, é nessa classe que está a grande maioria dos GMs (119 servidores) e a ascensão à subinspetor, inspetor e inspetor de área dependem de disponibilidade de vagas no quadro.

Reprodução do Facebook

Fonte: Câmara de Foz do Iguaçu / Herika Quinaglia 

Leia também
Comentários
Carregando...