Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Travessia no Ferry boat preocupa alunos e candidatos de Guaratuba na UFPR Litoral

Fila no Centro de Guaratuba nesta quinta-feira (1º) | Fotos: Secretaria Municipal de Segurança

Alunos da UFPR Litoral que moram em Guaratuba reclamam que estão sendo prejudicados com faltas nas aulas por causa da demora do ferry boat. 

O atraso na travessias também poderá afetar os candidatos que farão provas da segunda fase do vestibular no campus de Matinhos, nos dias 4 e 5, domingo e segunda-feira,

O bloqueio da BR-376 por causa dos deslizamentos de terra ocorridos no dia 28 trouxe um grande volume de tráfego da BR-101 em direção a Curitiba. A situação complicou ainda mais a travessia da baía de Guaratuba, que está sendo feita em apenas dois dos quatro ancoradouros – dois estão em reforma.

Na noite desta quinta-feira (1º), a fila para ferry boat ainda tinha vários quilômetros de comprimento e eram várias horas de espera para o embarque.

Diante da situação, o Centro Acadêmico de Administração Pública solicitou que, emergencialmente, sejam realizadas aulas à distância. Em conversa com o Correio do Litoral, um representante dos alunos informou que outros centros acadêmicos fizeram também o mesmo pedido.Outra reivindicação é pelo adiamento da prova do vestibular.

Até o momento, a direção da Universidade manteve as aulas presenciais e também as provas do vestibular. 

A própria UFPR adianta que os candidatos que precisam se deslocar por rodovias a fim de fazer a prova em cidade diferente daquela onde moram, devem se manter informados sobre os pontos interditados por deslizamentos de terra e sobre os caminhos alternativos. Sobre o ferry boat, não foi feito nenhum comentário.

Fila para embarque com vários quilômetros dentro da cidade
Demora é ainda maior porque apenas um atracadouro em ada margem está operando
Leia também
Comentários
Carregando...