Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Dois naufrágios e uma morte em Guaratuba

Dois homens de 37 e 45 anos, foram socorridos por guarda-vidas do Corpo de Bombeiros depois de afundarem com um barco na baía de Guaratuba na tarde de domingo. Na terça-feira (12), outro naufrágio em Guaratuba, com três sobreviventes e uma pessoas morta.

O resgate contou com apoio de um helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA). A embarcação foi localizada pela aeronave e, com apoio de motos aquáticas, rebocada até a praia. O barco e o motor foram recuperados.

Por volta de 16h30, os guarda-vidas do Posto de Prainha fizeram o resgate dos dois pescadores, a 101 e 125 metros do posto de resgate. Os dois não chegaram a se afogar e receberam os primeiros atendimentos ainda na praia.

“Os guardas-vidas visualizaram o barco que bateu num banco de areia e emborcou (virou). Uma viatura da PM que estava próximo do local acionou outras equipes do Corpo de Bombeiros para dar apoio no resgate, mas os guarda-vidas do posto nadaram até o local e procederam o resgate às vítimas, que não se afogaram”, disse o oficial de Praia do dia, tenente Lenin Mello Mazzini.

Logo em seguida, foi solicitado apoio ao BPMOA para fazer buscas e localizar possíveis outras vítimas do naufrágio.

“Após receber a informação, fizemos buscas e, em poucos minutos, encontramos a canoa virada e indicamos às equipes do Corpo de Bombeiros que também estavam nos trabalhos para que rebocassem a embarcação até a praia. Não havia outras vítimas na situação”, explicou o copiloto da aeronave, capitão Daniel Eduardo Latuf.

Uma moto aquática do Corpo de Bombeiros rebocou o barco e o motor até a praia e foram recuperados. Os pescadores não tiveram ferimentos e acabaram liberados no local.

 

Dois dias depois, homem morre em naufrágio
Fotos: Corpo de Bombeiros / BPMOA
Fotos: Corpo de Bombeiros / BPMOA

Outro barco naufragou na manhã de terça-feira (12), na Barra do Saí, também em Guaratuba, após passar por uma forte ondulação do mar. Quatro pessoas estavam no barco, sendo que três foram resgatadas e passam bem, porém um homem acabou morrendo afogado após bater a cabeça e desmaiar. Ele foi identificado como Luiz Sidenei Felipe da Silva, empresário de Ponta Grossa.

De acordo com o comandante do 3º Subgrupamento de Bombeiros, capitão Fabrício Frazatto dos Santos, quatro pessoas de uma mesma família, sendo três homens e uma mulher, entraram em uma embarcação e saíram da Barra do Saí para pescar. “Por volta das 9h15, uma forte ondulação do mar fez com que o barco virasse, neste momento, de acordo com as vítimas, um dos tripulantes bateu a cabeça e desmaiou”, explica.

“Guarda-vidas iniciaram o resgate das vítimas, sendo duas pessoas retiradas inicialmente e encaminhadas até a areia. Elas informaram que um dos tripulantes havia desmaiado e afundado. As equipes retiraram a terceira pessoa do mar e acionaram apoio da aeronave do BPMOA para encontrar a quarta vítima”, conta o capitão Frazatto.

Segundo o oficial do Corpo de Bombeiros, as equipes, com o apoio da aeronave e de embarcações de pescadores, iniciaram uma varredura nas proximidades. “Devido a forte ondulação do mar o barco foi arrastado e ficou preso em um banco de areia, quando se soltou verificamos que havia um homem preso embaixo da embarcação”, relata Frazatto.

“A vítima, de 62 anos, era de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, e estava acompanhando a família na pescaria. Após a retirada do corpo do mar, o IML foi acionada para dar prosseguimentos as medidas necessárias. As outras três pessoas envolvidas na situação foram resgatadas, receberam atendimento médico, não precisaram ser encaminhadas ao hospital e passam bem”, afirma o capitão.

Leia também
Comentários
Carregando...