Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Paraná inicia etapa final do Inventário Florestal

O Governo do Paraná contratou uma empresa que vai elaborar o inventário florestal do Litoral, Região Metropolitana de Curitiba, Sudoeste e Campos Gerais.

Serão coletados dados em 161 pontos determinados pelo Serviço Florestal Brasileiro. As áreas estudadas totalizam cerca de 3.220 quilômetros quadrados, em áreas públicas e privadas. A empresa contratada, a Krüger Florestal, terá base em 20 municípios durante o levantamento, que durará nove meses. “Antes de começar, faremos contato com os municípios, com os órgãos ambientais locais e com os proprietários das áreas para explicar o trabalho”, disse o presidente da empresa vencedora da licitação, Andres Krüger. Os técnicos farão a coleta de dados e amostras necessárias e estarão devidamente uniformizados e identificados para a realização dessa função.

O investimento nesta última etapa é de R$ 950 mil, com recursos do Banco Mundial, dentro do Projeto Multissetorial.

O levantamento é a terceira e última etapa do Inventário Florestal Paranaense. O inventário é um levantamento detalhado sobre a quantidade e qualidade das florestas. No Paraná foi feita uma cooperação entre o Estado e o Ministério do Meio Ambiente para a elaboração do trabalho, por meio do Serviço Florestal Brasileiro e as secretarias estaduais do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e da Agricultura e Abastecimento.

A elaboração do inventário florestal conta, ainda, com apoio da Universidade Federal do Paraná. A análise da paisagem é feita pela Embrapa Florestas e a identificação do material botânico pelo Museu Botânico de Curitiba.

Histórico – Na primeira das três fases foram coletados dados em 151 pontos das regiões Centro Sul, Centro Ocidental e Sudoeste do Paraná, que somam 1,216 milhão de metros quadrados de floresta. Outros 237 pontos nas regiões Noroeste, Norte Central, Norte Pioneiro e Oeste do Paraná e agora 161 pontos, totalizando 550 pontos e uma área de 4.352.000 metros quadrados de florestas de todo o Estado.

Nas duas primeiras fases, o Inventário do Estado foi executado pelo Serviço Florestal Brasileiro em cooperação com a Secretaria do Meio Ambiente e o Instituto Ambiental do Paraná. A conclusão do estudo trará benefícios para a produção científica, fortalecendo a gestão florestal, possibilitando a melhoria do manejo florestal comunitário e familiar e permitindo o uso sustentável dos recursos e a recuperação das florestas.

Metodologia – Diferente dos inventários feitos anteriormente no Estado, que usaram imagens de satélite, este adota escala em tamanho real. O método é usado internacionalmente. É o mesmo usado, por exemplo, pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) para fazer um inventário das florestas do mundo todo.

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...
error: Content is protected !!