Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Emater diz que não está pedindo socorro

O gerente regional do Emater no Litoral, Satoshi Osmar Nonaka, enviou ofício ao Correio do Litoral para afirmar que o órgão não está pedindo socorro à Prefeitura de Guaratuba.

No documento, Nonaka corrige o Correio do Litoral que havia informado que parte dos recursos pedidos para o Município seriam destinados a salário dos extensionistas – a Redação reconheceu o erro e já corrigiu a matéria publicada no último dia 12 “Emater pede socorro para Prefeitura de Guaratuba”.

A reportagem teve como base um ofício do presidente do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater, Rubens Ernesto Niederheitmann, que pede R$ 60 mil para a Prefeitura. O dinheiro seria usado para pagar custos operacionais do trabalho de três dos seis extensionistas que atuam no município e seriam necessários para a equipe “não paralisar as atividades”.

No pedido, o presidente ainda destaca: “É importante esclarecer que o Governo do Estado, paralelamente ao ajuste fiscal realizado e buscando o equilíbrio das contas públicas, determinou a todas entidades e instâncias do Governo a redução das despesas de folha e de custeio, bem como a busca de receitas através de parcerias de trabalho”.

O ofício do presidente foi recebido pela Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara de Vereadores no dia da votação do Projeto de Lei nº 1.412, que trata da Lei Orçamentária Anual (LOA) e acabou não sendo analisado pela Câmara.

O gerente regional também afirma ao Correio que “este tipo de convênio e parceria é elaborado a vários anos com todas as 399 Prefeituras do Estado do Paraná”.

Em Guaratuba, os últimos recursos repassados pela Prefeitura ao Emater foram em janeiro de 2011, no valor de R$ 4.634,14. O convênio começou em 2009, quando foram pagas 5 parcelas dos mesmos R$ 4.634,14 – total de R$ 23.170,70. Em 2010, foram 12 parcelas, totalizando R$ 55.609,68. O Correio do Litoral apurou que nos anos seguintes o Emater não havia mais solicitado o apoio.

Leia o ofício do gerente da Emater

O ofício do presidente do Emater

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...
error: Content is protected !!