Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

ANTT deixa milhares sem ônibus entre Guaratuba e Joinville

Foto: Graciosa

A Viação Graciosa tenta na Justiça continuar operando as linhas para Joinville e Itapoá até que a ANTT autorize o funcionamento das novas linhas sorteadas em novembro.

Desde domingo (28), milhares de moradores da região estão sem opção de transporte. Em Guaratuba e nas cidades catarinenses de Itapoá, Garuva e Joinville, centenas de pessoas moram em uma cidade e estudam ou trabalham em outra.

Para piorar, a empresa Expresso Maringá, que faz a linha Guaratuba-Curitiba, também foi proibida de utilizar a rodoviária de Garuva ou desembarcar e embarcar passageiro na cidade catarinense.

A suspensão das linhas da Graciosa foi determinada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que processou e autuou a empresa de transportes do Litoral do Paraná que operava as linhas há tempos.

Em 2016, a ANTT licitou diversas linhas interestaduais na região. Como não houve empresas interessadas, em novembro, conforme estava previsto no edital, fez os sorteios. Coube à empresa Transportes Graciosa, do grupo da Viação Graciosa, a linha Paranaguá-Joinville. A Viasul ficou com a linha Guaratuba-São Francisco do Sul e a Penha, a linha Matinhos-Garuva.

Acontece que as empresas ainda dependem de autorização para começarem a operar. Como não houve liberação das licenças operacionais, a Graciosa pediu permissão para continuar operando até que as empresas assumam. Não conseguiu a licença e ainda foi autuada pela ANTT. A empresa informa que vai entrar na Justiça nesta semana para conseguir reverter a situação. A Graciosa também operava a linha Guaratuba-Figueira do Pontal (Itapoá), que também teve de suspender.

 

Leia também
Comentários
Carregando...