Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Disputa no tráfico pode ser motivo de execução em Guaratuba

Foto: Correio do Litoral
Foto: Elcio Seguro

Gian Carneiro Gonçalves, de 24 anos, foi executado, por volta das 10h30 desta terça-feira (28), no centro de Guaratuba.

O rapaz estava sentado dentro da lanchonete Xin Yi, no ponto mais movimentado da avenida 29 de Abril, acompanhado da mulher. Um jovem com capacete de motociclista, bermuda, camiseta vermelha e sandálias se aproximou calmamente com um revólver em punho e desferiu quatro tiros contra Gian. Em seguida, foi correndo em direção à moto CG vermelha que havia deixada ligada e saiu em disparada, pela contramão, pela rua Carlos Mafra.

A Polícia Civil tem imagens do autor, que identificado inicialmente como um jovem de 17 anos. Também tem imagens de um suposto comparsa que teria passado em frente a lanchonete e confirmado que Gian estava lá.

A vítima morava no bairro Piçarras e já era conhecido da Polícia. Segundo fontes, ele pertencia à turma do Pedrinho, conhecido traficante da cidade, que está em disputa com uma turma da chamada “Faixa de Gaza”, no Cohapar II.

Também há informações não confirmadas que Gian teve envolvimento em um duplo homicídio ocorrido em 2016: Bruno César Moreira da Cru (Coxa) e Orlando Rodrigues (Dinho), encontrados mortos a tiros em uma casa no bairro Brejatuba.

Outra fonte, diz que Gian já havia sofrido uma tentativa de homicídio em 2015, quando levou um tiro.

Imagens do crime

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...