Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Polícia divulga detalhes do sequestro em Pontal

Imagem de um dos suspeitos de fazer saques da conta de Volmir Bosing – Foto: Polícia Civil / Diovulgação

A Polícia Civil divulgou mais detalhes do sequestro do empresário, Volmir Luiz Bosing, mantido em cativeiro em Pontal do Paraná.

Segundo a Polícia, o empresário saiu de casa, em União da Vitória, na sexta-feira (12) e não retornou. Preocupados, familiares registraram boletim de ocorrência na Subdivisão da Polícia Civil da cidade. Na sequência, a família identificou saques na conta do empresário, realizados na cidade de Paranaguá, e comunicou a polícias Civil e Militar, uma vez que não havia a intenção da vítima se dirigir ao Litoral paranaense.

Policiais civis de Pontal do Paraná se encaminharam até a agência usada para os saques e constataram que as retiradas não foram efetuadas pelo empresário, reforçando a suspeita de sequestro.

O patrulhamento na região foi, então, intensificado até a Polícia Militar localizar e abordar o veículo da vítima, um Pálio Weekend, que estava sendo usado por um casal: Ana Eliza dos Santos e Waldemar dos Santos Martins, ambos moradores de Guarapuava. Na delegacia de Ipanema, os suspeitos confessaram que o carro era roubado, e ambos admitiram que o empresário estava sendo mantido em cárcere privado, enquanto realizavam saques de sua conta bancária. Mas eles, contudo, se recusaram a revelar onde era o cativeiro.

Diante de tal informação, o Tigre (Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial), unidade especializada em sequestro, foi acionado e, com o apoio das polícias Civil e Militar de União da Vitória e Pontal do Paraná, passou a procurar o local em que o empresário era mantido.

Apurou-se que o cativeiro seria no balneário de Shangri-lá. Viaturas policiais do Grupo Tigre e da PM local se dirigiram para lá, o que foi fundamental, segundo explicou a vítima posteriormente.

“O empresário contou que os sequestradores ficaram assustados com o intenso patrulhamento no local e resolveram soltá-lo e fugir. Bosing foi encontrado às margens da rodovia que corta Shangri-lá, a PR-412, um pouco desorientado, mas sem lesões”, explicou o delegado adjunto do Tigre, Cristiano Quintas.

“As investigações continuam no intuito de qualificar e prender os demais integrantes da quadrilha, que provavelmente atuam em Guarapuava e região. Eles são suspeitos de um homicídio ocorrido em Guarapuava”, completou Quintas.

Fontes: Polícia Civil e Redação do Correio do Litoral

 

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...