Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Guaratuba e Paranaguá terão reposição do Mais Médicos

Prefeita Evani Justus recebe profissionais dos Mais Médicos em março de 2014 – Foto: Arquivo PMG

Guaratuba e Paranaguá estão entre as 16 cidades do Paraná que terão reposição dos profissionais do Programa Mais Médicos selecionados por edital. Serão dois em Guaratuba e um em Paranaguá.

Ao todo, o Ministério da Saúde está repondo 48 profissionais em 26 cidades. Destes, 18 são brasileiros formados no exterior e 13 são cubanos que estão em Brasília (DF) participando do acolhimento e regularizando a documentação. Outros 17, serão selecionados através de edital.

Confira a lista de municípios que receberão profissionais do edital

Confira a lista de municípios que receberão profissionais de reposição

Em todo o Brasil, mais de 1.350 vagas já estão sendo repostas. Dessas, 550 são com médicos cubanos, 305 com brasileiros graduados fora do país e 502 com profissionais que serão selecionados no edital de reposição lançado em julho. A previsão é que mais cerca de 650 profissionais de Cuba cheguem até o fim de agosto, totalizando mais de 2 mil reposições.

Os médicos com CRM Brasil que fizeram a inscrição para preencher as 502 vagas de reposição em 393 cidades do atual processo de seleção terão os dias 2 e 3 de agosto para escolher os locais de atuação por meio do endereço http://maismedicos.saude.gov.br/. Havendo vagas remanescentes, os médicos brasileiros formados no exterior terão oportunidade de participar do programa, só depois serão convocados os profissionais estrangeiros e os médicos da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

REPOSIÇÃO – Em reunião no dia 15 de julho, com a Opas e representantes do governo de Cuba, o Ministério da Saúde prorrogou a permanência dos profissionais cubanos, que encerrariam as atividades em julho, para até novembro deste ano, garantindo a continuidade do atendimento à população nas cidades durante o período eleitoral e dos Jogos Olímpicos.

As vagas desocupadas por médicos brasileiros e de outras nacionalidades selecionadas por edital são repostas por meio de chamadas trimestrais. No caso dos médicos cubanos, a substituição é feita diretamente pela Opas com o governo de Cuba.

SOBRE O PROGRAMA – Criado em 2013 pela presidente Dilma Roussef, o Programa Mais Médicos ampliou à assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. Além do provimento emergencial de médicos, a iniciativa prevê ações voltadas à infraestrutura e expansão da formação médica no país.

Com informações do Ministério da Saúde