Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Água represada na praia não é esgoto, explica Prefeitura de Guaratuba

Fotos:Prefeitura de Guaratuba
A Prefeitura de Guaratuba esclarece que a água represada na praia das Canoas, entre a praia Central e o Morro do Cristo, não é contaminada com esgoto.

A “lagoa” que costuma se formar na areia é alimentada pelo córrego Brejatuba que deságua no mar. O rio também recebe contribuição de águas pluviais (da chuva) e drenagens da microbacia dos bairros Figueira e Brejatuba.

“O represamento das águas do córrego decorre das fortes marés que formam um combro de areia (pequena duna), fechando o curso natural do canal e formando uma ‘lagoa’”, explicou a Prefeitura, nesta sexta-feira (1º) no site do Município.

“A coloração escura da água é devida ao subsolo ser formado por piçarrão (tipo de solo) e turfa (composta em quase sua totalidade por matéria orgânica vegetal), não se tratando de despejo de esgoto, vez que toda essa região é atendida pela rede coletora de esgoto da Sanepar, o qual é enviado para a estação de tratamento”.

“Alerta-se que mesmo não se tratando de dejetos de esgotamento sanitário, aquelas águas são impróprias para banho, porque as chuvas carregam dejetos de animais presentes nas ruas e outros materiais jogados na via pública.

O que fazer

Ainda de acordo com a Prefeitura, a intervenção sobre o combro depende de licença ambiental. Uma intervenção foi feita nesta sexta-feira (1º) com a abertura de um canal até o mar.

“A Prefeitura está estudando a possibilidade de construção de um canal definitivo, com margens de muro de gabião, para conduzir as águas até o mar, impedindo a ação da maré na formação de combros e consequentemente, da ‘lagoa’. O estudo será feito para todos os córregos que deságuam nas praias.”

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...