Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Boletins geram confusão sobre coronavírus no Litoral

Boletim da Sesa não formatado e com os dados competos

Os boletins sobre o coronavírus divulgados pelos órgãos públicos nesta sexta-feira (17) geraram incerteza sobre a realidade da pandemia no Litoral do Paraná.

A principal fonte oficial utilizada até o momento pela imprensa e por algumas prefeituras na divulgação da situação diária, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), mudou nesse dia o visual e a quantidade de informações divulgadas em seu boletim.

Trouxe muitas novas estatísticas, mas passou a omitir o número de pacientes que aguardam resultado de exames, até então classificados como “em investigação”. Com poucos casos confirmados na região – nenhuma confirmação em 5 dos 7 municípios – esse era o principal dado atualizado diariamente. Não há dúvidas sobre o número de casos confirmados e de mortes*.

Diante da omissão da Sesa sobre as investigações, a imprensa foi atrás de outras fontes e obteve dados contraditórios. O jornal online Agora Litoral divulgou os números da Prefeitura de Paranaguá. Boletim detalhado da Secretaria Municipal de Saúde informa que havia nesta sexta-feira 28 pessoas em investigação. O jornal não informa sobre os demais municípios.

Já a Rádio Litorânea, foi atrás da 1ª Regional de Saúde, divisão da Sesa para o Litoral. Segundo a equipe de jornalismo da emissora, são 35 os casos investigados em Paranaguá. Em toda a região, a rádio soma 48: 9 em Guaratuba, 2 em Matinhos e 2 em Pontal do Paraná.

Para aumentar a confusão, a Sesa deixou escapar um boletim não formatado com dados mais completos. Segundo esse boletim, seriam 19 casos em investigação: 7 em Paranaguá, 5 em Morretes, 4 em Guaratuba, 2 em Pontal do Paraná e 1 em Matinhos. Confira aqui: http://www.saude.pr.gov.br/arquivos/File/BOLETIMCORONA_17042020.csv

O Correio vai procurar a Sesa e os outros órgãos públicos na segunda-feira (20) para mais esclarecimentos.

* Já houve 12 casos na região (10 em Paranaguá e 2 em Matinhos) e 2 mortes (ambas em Paranaguá). Também há o caso de uma moradora de Natal (RN), que teve o caso confirmado e que morreu em Paranaguá. Estatisticamente o caso foi transferido para a cidade de residência.

Leia também
Comentários
Carregando...