Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Festival de Arte e Cultura Popular do Litoral Paranaense vai até domingo

Oficina de artesanato em cipó
Oficina de artesanato em cipó

Teve início na última segunda-feira, 14, em Paranaguá, a XI edição do Festival de Arte e Cultura do Litoral Paranaense.

O publico que compareceu ao Cine Teatro Rachel Costa, participou do “II Fórum Municipal de Cultura” que ocorreu antes da abertura oficial do festival e tinha como tema “Preservar, Conservar e Sustentar: conservação histórica à sustentabilidade econômica das práticas culturais no município de Paranaguá”.

Para a representante do Ministério da Cultura – Regional Sul, Eleonora Spinato, o fórum é necessário para que se inicie a construção de um plano municipal de cultura na região. “O plano é fundamental para a cultura da região e é construído desta forma, com a participação da sociedade civil e dos gestores que discutem a política cultural da cidade”.

A abertura oficial do Festival de Arte e Cultura Popular do Litoral Paranaense foi realizada com a apresentação dos apoiadores do evento, da organização, representada pela coordenadora de extensão da Fafipar – Campus Paranaguá, Jandira Xavier Gonzaga, e também dos professores das oficinas.

O público presente prestigiou a apresentação teatral “Romaria Caiçara do Divino”, da Associação Cultural Lendário Caiçara. Após a cerimônia, houve a degustação de pratos típicos da região e uma confraternização ao som da música tradicional da cidade: o fandango.

Para Jandira Xavier Gonzaga, organizadora do evento, mais uma vez, o festival tem tudo para ser um sucesso. “O evento já está inserido no calendário cultural da cidade, novamente com um público excelente nas oficinas, importantes apoiadores e pessoas da comunidade com enorme interesse em participar do festival”, comemora.

Para o docente da Unespar Antonio Alpendre da Silva, o festival materializa a tradição do povo parnanguara de manter viva a cultural local. “Eu não tenho dúvidas de que este evento representa a aspiração de toda uma comunidade que dá valor à sua arte, à sua cultura e se orgulha disso”, afirma.

Segundo a assessora da presidência das Faculdades Integradas do Brasil – UniBrasil, Wanda Camargo, cultura é um bem intangível que não apenas recupera o nosso passado como nos projeta para o futuro. “Não há educação feita sem cultura, não há formação profissional que prescinda do bom cidadão – o que só se faz por intermédio da cultura”, ressalta.

A presidente da Fundação Municipal de Cultura (Fumcul), Maria Angélica Lobo Leomil, acredita que o festival, além de valorizar a cultura da região, também faz com que as tradições sejam repassadas para as novas gerações. “O evento promove esse contato das nossas crianças, das novas gerações com tradições da nossa comunidade, e isso é fundamental para a memória da cidade”, diz.

Realizado Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de Paranaguá (Fafipar) e Fundação Municipal de Cultura (Fumcul) de Paranaguá, em parceria com as Faculdades Integradas do Brasil (UniBrasil), Faculdade de Artes do Paraná (FAP), Escola de Músicas e Belas Artes do Paraná (EMBAP), Universidade Federal do Paraná (UFPR Litoral) e Prefeitura de Paranaguá, o Festival de Arte e Cultura Popular do Litoral Paranaense se estende até o próximo domingo, dia 20. O Festival tem uma programação repleta de atividades, que envolvem a comunidade em uma proposta de valorização da arte produzida no Estado. A programação completa do Festival pode ser consultada no site www.fafipar.br.

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...