Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná
Matinhos Matinhos abril 24 Curtiu a Diferença 1070 200 iluminação

Curso de Oceanografia da UFPR conquista conceito máximo em avaliação do MEC 

Montagem: UFPR

O curso de Oceanografia, do Campus Pontal do Paraná – Centro de Estudos do Mar (CPP-CEM) da Universidades Federal do Paraná (UFPR), atingiu nota cinco, conceito máximo, na avaliação do Ministério da Educação (MEC).  

A avaliação com visita presencial (in loco) foi feita com o objetivo de reconhecimento e renovação do reconhecimento. A última visita do órgão havia ocorrido em 2017, quando o curso recebeu nota três. “Depois dessa avaliação, a antiga coordenação do curso iniciou um processo profundo de reforma curricular com base nos instrumentos de avaliação do MEC, que ocasionou esse ótimo resultado”, comenta o atual coordenador do curso, professor Maikon Di Domenico. 

O ministério avaliou quesitos de organização didático-pedagógica, corpo docente e tutorial e infraestrutura. De acordo com a análise, as condições para o processo de ensino e aprendizagem, a proposta pedagógica e a estrutura das salas de aula e laboratórios atendem as exigências do curso. 

Inaugurado em 2000, o curso de Oceanografia da UFPR foi muito importante para a expansão dos campi da UFPR no interior. O coordenador pontua que o curso foi pioneiro no Brasil com relação à temática socioambiental dentro das oceanografias. “Além disso, internacionalmente também estabelecemos parcerias, junto com o Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos”. 

O curso

A graduação em Oceanografia tem como objetivo prover formação técnico-científica direcionada ao conhecimento, análise e previsão da estrutura e dinâmica de sistemas costeiros e oceânicos, bem como ao gerenciamento das atividades humanas nessas áreas. A formação incentiva uma visão crítica e criativa para a identificação e resolução de problemas, e que resulte numa atuação empreendedora e abrangente no atendimento às demandas da sociedade.

Saiba mais: http://www.cem.ufpr.br/portal/oceanografia/

Fonte: UFPR / Jéssica Tokarski

Leia também